MPF cobra da Prefeitura de SP data de entrega da ponte que liga a Marginal Tietê à Via Dutra

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, faz vistoria com técnicos na ponte interditada - Foto: Leon Rodrigues/Secom

Reportagem do G1 aponta que o Ministério Público Federal (MPF) em Guarulhos formalizou pedido à Prefeitura de São Paulo cobrando uma data determinada de liberação da ponte que liga a Marginal Tietê à Rodovia Presidente Dutra. O acesso está interditado desde 23 de janeiro, quando uma vistoria apontou problemas na estrutura da ponte. Os reparos emergenciais estão sendo realizados desde então.

Ainda segundo o G1 e de acordo com o MPF, na sexta-feira, 14, o órgão recebeu a informação de que a ponte está prestes a ser liberada, porém, não foi informada uma data específica.

O acompanhamento do caso pelo MPF em Guarulhos se deu porque consideraram que a população da cidade foi prejudicada pela interdição, já que a via é utilizada para o trajeto entre os municípios de São Paulo e Guarulhos, além de dar acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.

“A liberação da ponte é de extrema relevância para a região, tendo em vista que os transtornos causados nos últimos meses têm impactado significativamente a vida das pessoas que necessitam utilizar esse trajeto, gerando prejuízos para toda a população, em especial para os usuários do Aeroporto de Guarulhos; daí a urgência na entrega da ponte”, disse o procurador da República Guilherme Göpfert, responsável pelo caso.

Em fevereiro de 2019 o Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a concessionária CCR NovaDutra se reuniram com o MPF e prometeram criar um acesso provisório para ligar as pistas local e expressa da Via Dutra, na altura do km 229, durante o horário de pico, com o objetivo de aliviar o carregado trânsito na região.

A reforma da ponte ainda é temporária, posteriormente outras intervenções devem ser realizadas, mas serão contratadas por meio de licitação.

De acordo com o G1, a Prefeitura de São Paulo foi procurada, mas não se manifestou até a conclusão da reportagem.

*Com informações do G1