A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (SDAS) promoveu nesta terça-feira, 11, o cadastramento de 27 imigrantes venezuelanos que desembarcaram na Base Aérea de Guarulhos no fim do mês passado. A ação ocorreu na Cristolândia, na Vila São Jorge, entidade privada que acolhe esse público. O objetivo foi inserir os refugiados no CadÚnico – Cadastro Único para Programas Sociais, do Governo Federal, para que tenham acesso ao programa Bolsa Família, à Renda Cidadã, do Governo Paulista, entre outros programas.

Há oito anos, quando se instalou a crise político-econômica na Venezuela, a população do país tem emigrado para o Brasil em busca de refúgio, trabalho e melhores condições de vida. Esse fluxo tem aumentado principalmente em Roraima, mas outros estados também têm visto aumento desse movimento. Muitos destes imigrantes estão em condições de extrema vulnerabilidade, pois não possuem emprego nem moradia.