quarta-feira, 25 maio 2022
- PUBLICIDADE -
InícioCANAISMULHERBabylights, cabelos de bebê

Babylights, cabelos de bebê

 

Por muito tempo as mechas californianas reinaram absolutas nos salões de beleza, com seu efeito de cabelo queimado pelo sol, fazendo um degradê entre o meio dos fios e as pontas. Em seguida, foi a vez de o ombré hair tornar-se a técnica mais procurada, por trazer um resultado ainda mais natural de clareamento para as madeixas, mas agora a técnica que promete ser a tendência do momento entre o público feminino são as babylights, uma versão derivada das famosas californianas, que causam um efeito ainda mais sutil por imitar o clareamento natural dos fios de cabelos de bebês, que costumam ter alguns alguns tons mais claros do que os outros.

Como funciona?

A Coordenadora de Formação do Instituto L’Oréal, Cátia Villela, explica que a técnica das babylights consiste em criar um efeito natural de modo homogêneo, partindo da base natural de cada cabelo, fazendo reflexos um ou dois tons acima da cor natural dos fios, espalhados por todo o comprimento dos cabelos e não só apenas nas pontas, no meio ou na raiz.

Quem pode fazer?

Qualquer pessoa pode usar essa técnica, mas é preciso levar em consideração a cor base dos cabelos. Pessoas morenas, por exemplo, não conseguirão atingir tons claros como ruivo ou loiro e sim aquele que for mais próximo ao tom natural, caso contrário deixa de ser babylights e passa a ser mecha comum, o que não é a ideia. Já pessoas loiras ou com cabelos castanhos claros, conseguirão atingir tons mais luminosos criando o desejado efeito natural.

Qual tom escolher?

Para quem está em dúvida sobre qual tom escolher para definir as babylights, vale levar em consideração o tom da pele. “As peles morenas combinam com as cores mais quentes. Já as peles frias combinam com quase todas as cores, mas o tom ideal se constrói com um bom diagnóstico, no qual a expectativa do cliente pode ser aliada à tendência no momento”, afirma Cátia.

Vantagens

A grande vantagem das babylights, em relação às outras técnicas, é que por ter um efeito mais leve, esse tipo de reflexo sensibiliza menos o cabelo, sendo mais fácil de cuidar. “Para manter os cabelos saudáveis é preciso utilizar produtos direcionados para cada tipo de cabelo e que sejam de uso profissional, de preferência. Indico a linha Lumino Contrast, para os cabelos que precisam apenas de manutenção da cor e para os mais sensibilizados indico o Absolut Córtex Lipidium, ambos L’Oréal Professionnel”, finaliza a coordenadora.

Por Talita Ramos

- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,571SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista

No mês de conscientização da cefaleia, o neurologista Leandro Calia, membro da Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBC) e do corpo clínico do Hospital Albert...

Governo de SP vai aumentar em 23% o repasse para Apaes

O Governo do Estado de São Paulo vai aumentar em 23,85% o repasse feito para as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes),...

UNG celebra Dia do Pedagogo com palestras on-line

Nesta sexta-feira (20), a Universidade UNG realiza uma série de palestras on-line para celebrar o Dia do Pedagogo. Gratuito e aberto ao público, o...

Faculdade Anhanguera faz declaração gratuita de IR

A Receita Federal do Brasil espera receber 34,1 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) até 31 de maio. A poucos...

Falha em radar provoca atrasos em pousos e decolagens em Guarulhos e SP

Um problema em um radar operado pela Aeronáutica na manhã de hoje (19) provocou atrasos e cancelamentos de voos nos aeroportos do estado de...