O Click Guarulhos questionou a Prefeitura, em 16/9, sobre o desperdício de água na fonte situada na esquina da avenida Tiradentes com a avenida João Bernardo Medeiros, no Bom Clima.

Há décadas, a mina verte água diuturnamente. Muitos anos atrás, havia sido colocada uma placa, alertando que é água não potável; depois, a placa desapareceu.

Muitos munícipes valem-se daquela água para lavar carros e há moradores de rua que lavam roupas no local. Em época de crise no abastecimento, cogitava-se que o Saae ou a Prefeitura pudessem utilizar a água dessa mina para lavagem de pátios, de ruas ou de feiras livres, ou mesmo para aguar jardins.

A Assessoria de Imprensa não respondeu ao questionamento do Click. Porém, na sexta-feira, 25, a Prefeitura tapou a saída da água com cimento, direcionando o líquido diretamente para o esgoto.

Ou seja, ao invés de dar melhor aproveitamento para a água não potável da mina, o poder público faz com que toda ela seja desperdiçada a partir de agora.

Pergunto: de quem foi essa solução tão criativa? Qual a vantagem de impedir que munícipes usem a água dali para lavar carros? Podem alegar que havia perigo de alguém consumi-la para beber e isso causaria danos à saúde. Isso poderia ser evitado com colocação de nova placa de alerta.

Enfim, para não ter de pensar sobre o problema, nossas autoridades preferem tirar o sofá da sala, como na antiga piada. Aliás, piada foi a solução que encontraram.

Valdir Carleto