Nesta quinta-feira, 8, o craque do Barcelona e da seleção argentina, Lionel Messi, recebeu pedido de prisão por parte do juiz de Gavà, cidade na Catalunha, por conta da acusação de sonegação de 4,1 milhões euros entre 2007 e 2009. Caso seja condenado, Messi pode passar até 22 meses e meio na cadeia. Já Jorge Messi, pai do jogador, recebeu do próprio Ministério Público pedido de prisão de 18 anos.

A investigação da Justiça espanhola teve início em 2013, com base em uma denúncia do jornal “El País”, que acusava um suposto esquema para não declarar um montante que era desviado para empresas em paraísos fiscais e contratos de prestação de serviços em outros países. Depois, este dinheiro voltava livre de impostos para a Espanha.