Ex-deputado é preso por desvios na merenda escolar de SP

A Polícia Civil de São Paulo cumpre na manhã desta terça-feira sete mandados de prisão e outros de busca e apreensão, no bojo das investigações de desvios na merenda escolar em órgãos estaduais e em diversas prefeituras paulistas.

A ação é do Ministério Público de SP e envolve uma cooperativa que fornecia os gêneros alimentícios. Já foi preso o ex-deputado Leonel Júlio, que foi presidente da Assembleia Legislativa de SP. O filho dele, Marcel Júlio, peça-chave no escândalo, teve ordem de prisão decretada na fase anterior da operação e está foragido.

Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Bebedouro, Barretos, Severínia, Campinas e São Paulo. Os nomes dos demais alvos não foram ainda divulgados.

Segundo delações premiadas, seriam beneficiários o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Fernando Capez (PSDB) e ex-assessores da Casa Civil do governo estadual.