Deputado Eli Corrêa Filho visita o Click Guarulhos

 

No final da manhã desta terça-feira, a Redação da Carleto Comunicação, que edita o Click Guarulhos e as revistas Weekend e RG, recebeu a visita do deputado federal Eli Corrêa Filho (DEM), pré-candidato a prefeito de Guarulhos. Ele estava acompanhado do ex-vereador Sebastião Bispo, o Alemão, e foi recebido por Valdir Carleto e Fábio Carleto.
O deputado comentou sobre a maratona de sessões que a Câmara Federal viveu nos últimos dias. Para ele, um processo de impeachment é traumático, um momento difícil, mas inevitável na situação em que o Brasil está vivendo. “A presidente Dilma não tem mais nenhuma condição de governar o País e as pedaladas fiscais configuram, sem dúvida, crime de responsabilidade, por mais que tentem negar”, sentenciou.
Sobre as perspectivas da sequência do processo de impeachment no Senado, disse acreditar que Dilma será afastada, pois o apoio que detinha era frágil e fisiológico e hoje já não o detém.
Quanto ao que esperar do vice-presidente Michel Temer (PMDB), caso ele venha a assumir, Eli Corrêa Filho disse que tem expectativa de que ele procurará montar um time de peso nos Ministérios e tomará medidas efetivas de redução do custeio da máquina pública. “Não dá para fazer milagre, mas creio que com a capacidade de articulação que ele tem, conquistará apoio parlamentar e da Nação para corrigir os rumos do governo”, opinou.
Falando de Guarulhos, ele disse estar estarrecido com o quanto a cidade está abandonada: “Visito muitas cidades e, ao percorrer os bairros de Guarulhos, fico comparando a qualidade do asfalto, o atendimento da Saúde, a conservação das praças. É muito triste o que se vê. Não se justifica, diante do imenso Orçamento do nosso município”.
Indagado sobre o quadro eleitoral deste ano, respondeu que respeita todos os adversários e prefere evitar prognósticos. O que tenho feito é conversar com as pessoas, saber o que elas pensam, quais ideias têm para termos uma cidade melhor, o que elas esperam do próximo prefeito.

Eli comentou sobre a investigação do Ministério Público em torno da indenização paga à família de sua esposa, Francislene Assis Almeida Corrêa, em decorrência de desapropriação para construção do Rodoanel. “São muitas famílias na mesma situação, que se veem obrigadas a recorrer à Justiça para receber um valor justo pelas terras. Fran colocou-se à disposição para qualquer esclarecimento. Não há nada a esconder”. Ele elogiou a conduta do Click Guarulhos, em relação ao episódio, por publicar os dois lados da questão.