Nesta quinta-feira, 27, a Câmara Municipal poderá votar o Projeto de Lei 3127/2016, do Executivo, que concede o auxílio financeiro de R$ 5,8 milhões ao Hospital Jesus José e Maria. A proposta foi publicada no Diário Oficial do município de sexta-feira, 21.

Contudo, a 65ª Sessão Ordinária na Câmara Municipal pode ser cancelada, prejudicando a deliberação do auxílio financeiro, caso prossiga a ocupação de estudantes que protestam contra a PEC 241 e a Medida Provisória 746 desde a última quinta-feira, 20.

Mais de 100 Projetos de Lei e quatro Requerimentos aguardam a deliberação dos parlamentares na pauta do Grande Expediente. Entretanto, os manifestantes afirmaram que só desocuparão o plenário da Câmara após a derrubada da PEC e da Medida Provisória. Dentre os Requerimentos há pedidos de informações para a Prefeitura sobre regulamentação do uso do solo e preservação de áreas importantes para o equilíbrio ambiental; poda de árvore no Jardim Bela Vista; e reparo de iluminação pública no bairro dos Pimentas.

Na pauta do Grande Expediente destaque para os PLs 256/2016, que institui o código municipal de posturas; 282/2016, que oficializa o Dia do Aviador da Força Aérea em 23 de outubro; 286/2016, que nomeia praça no Jardim Maria Dirce; 384/2016, que disponibiliza cartões postais com paisagens da cidade; e 451/2016 que institui o Fundo Especial de Créditos Inadimplidos e Dívida Ativa (Fundat). Na Ordem do Dia tem 46 Projetos com pareceres das Comissões que aguardam votação.