Sete vereadores declaram-se independentes na Câmara

 

Em almoço que aconteceu nesta terça-feira, 6, na Churrascaria do Bosque, sete vereadores eleitos decidiram que não farão parte da bancada de oposição, nem de situação do novo governo que se incia em 2017. Segundo fontes, eles querem que a nova política seja implantada na cidade e, portanto, as escolhas serão feitas com base no que for bom para a cidade. São eles: Romildo Santos (DEM), Carol Ribeiro (PMDB), Laércio Sandes (DEM), Ramos da Padaria (DEM), Lamê (PMDB), Serjão Inovação (PSL) e Professor Jesus (DEM).

Em entrevista ao Radar de Notícias, o deputado federal Eli Corrêa Filho, líder do Democratas na cidade, já havia dito que o partido não faria parte da composição do governo Guti. A exemplo, o presidente da Câmara dos Vereadores, Professor Jesus, não se tornou secretário de Meio Ambiente por veto do partido. “Coloco o democratas como um partido fiscalizador. O partido não fará parte do governo, de forma alguma. Por que isso é uma incoerência, já que também discordamos de vários pontos, de aspectos e de promessas que foram feitas no primeiro turno que no meu modo de ver são irresponsáveis”. Nas eleições, PMDB e PSL apoiaram o então candidato a prefeito Eli Corrêa.