Notícias que bombaram em Guarulhos em 2016

Balcone, o caso não solucionado

 

Na manhã de 22 de março, Guarulhos foi abalada com a notícia do assassinato do advogado criminalista Leandro Balcone Pereira, de 35 anos, um dos líderes das manifestações contra o PT em Guarulhos.

O crime ocorreu em seu escritório, na rua Marajó, Macedo, por volta das 11h30 quando um homem não identificado se apresentou como cliente e efetuou os disparos. Balcone era criminalista e suplente de vereador pelo PSB.

Como ele havia se destacado em manifestações, houve cogitação de tratar-se de crime político. Porém, segundo a Polícia Civil, na época, a principal suspeita foi de que a execução teria sido resultado de desavença com algum cliente. Até hoje o crime não foi solucionado.

 

Desaparecimento e morte do menino Kauã

Quando o menino Kauã, de um ano e meio, desapareceu, o fato foi publicado em primeira mão pelo Click Guarulhos. A informação dos familiares é de que ele teria sido raptado, no dia 18 de julho. Desaparecera do portão de sua casa, na região de Bonsucesso.

A população de Guarulhos comoveu-se e se uniu para ajudar na busca da criança, acarretando em milhares de compartilhamentos nas redes sociais. Um mês depois, no dia 19 de agosto, o corpo de Kauã foi encontrado, em estado de decomposição, às margens de córrego no Jardim Hanna, na Estrada Velha do Bonsucesso. A mãe, Jakeline Jesus, reconheceu o filho pelo tênis que ele estava usando.

 

Tocha Olímpica em Guarulhos

Apesar de todas as dificuldades do País, causadas por falcatruas nas mais diversas áreas governamentais, a Olimpíada no Brasil trouxe muita alegria e diversão para quem gosta de esporte. Símbolo-mor do evento, a tocha percorreu as ruas de Guarulhos no dia 23 de julho. A tocha percorreu um trajeto com pouco mais de 10 quilômetros e 52 pessoas foram selecionadas para conduzir o objeto.

A passagem contemplou importantes avenidas como Tiradentes, Paulo Faccini, Salgado Filho, Bartolomeu de Carlos, Suplicy, Timóteo Penteado, rua Capitão Gabriel, ladeira Campos Sales, praça Quarto Centenário, avenida Presidente Humberto de Alencar Castelo Branco e Guarulhos. O evento emocionou o público, que se espremia para ver, principalmente, a passagem de um condutor para outro.

Na ocasião, o evento foi marcado por casos como o de um homem que tentou pegar a Tocha Olímpica no momento em que ela passava pela avenida Salgado Filho, no Centro. Um outro quis apagá-la. Ambos foram contidos pelas forças policiais, que tiveram a participação de membros da Força Nacional, da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal.

Prefeitura falida

Em diversos momentos do ano, a caótica situação financeira da Prefeitura de Guarulhos foi notícia, tanto em veículos da cidade quanto da grande mídia. Educadores fizeram uma greve que mobilizou toda a categoria. Reclamavam o cumprimento de acordo coletivo, que lhes garantiria o recebimento de adicionais. Para encerrar a greve, foi prometido que os valores seriam pagos no final do ano, o que ainda não foi cumprido.

Por três vezes, a cidade ficou sem o serviço de coleta de lixo domiciliar, porque a empresa contratada, que é dona do único aterro sanitário da cidade, não recebeu pelos serviços prestados e não teve recursos para pagar seus funcionários.

Da mesma forma, funcionários do Instituto Civitas, contratado pelas secretarias da Educação e da Assistência Social, para prestar serviços nas escolas municipais e na abordagem de moradores de rua, manifestaram-se cobrando o pagamento.

Há poucos dias, houve mobilização de dirigentes de entidades sociais, que estão há meses com os recebimentos em atraso. Dependendo em boa parte dos convênios firmados com a Prefeitura, não conseguem pagar os funcionários e correm o risco de ter de encerrar atividades.

 

Câmara ocupada

Em protesto contra a PEC que limitou a elevação de gastos do governo federal e também contra mudanças previstas no ensino médio, estudantes invadiram a Câmara Municipal, cujas instalações ficaram ocupadas por vários dias.

Um vídeo no qual manifestantes protagonizaram cena de sexo nas galerias do Legislativo bombou na internet e foi notícia em canais de TV.

 

 

Eleições históricas

O ano também ficou marcado pelas eleições municipais que aconteceram em outubro. Guarulhos elegeu, no segundo turno, com expressiva votação, o jovem Guti (PSB), que obteve 481.541 votos (83,5%), frente ao deputado federal Eli Corrêa Filho (DEM), com 16,5%.

A disputa eleitoral deste ano marcou o fim do período histórico da era PT em Guarulhos, que governou o município durante 16 anos. Desde o início da campanha, o nome do candidato petista, o ex-prefeito Elói Pietá, aparecia em pesquisas como favorito ou em segundo lugar, atrás de Eli Corrêa Filho.

Apuradas as urnas, no entanto, Guti (Gustavo Henric Costa), tendo como vice Alexandre Zeiturne (Rede), teve 208.591 votos (34,54%); Eli Corrêa Filho (Adriano Eli Corrêa), 135.134 votos (22,38%); Elói Pietá (PT) ficou fora do segundo turno, tendo obtido 116.676 votos (19,32%).

Institutos de pesquisas saíram arranhados, pois os resultados diferiram substancialmente de boa parte das previsões publicadas. Ficou evidente também que alguns veículos de comunicação estiveram engajados em campanhas de um ou outro candidato.

As redes sociais tiveram significativa importância nas eleições deste ano. Foram usadas não apenas para divulgar programas de atuação, mas principalmente para ataques pessoais e difusão de falsas imputações, incluindo montagens grosseiras.

 

A loja prometida, que não chegou

 

Foto: Rafael Almeida

Foi anunciado em novembro de 2015 que a primeira loja brasileira do festejado confeiteiro Buddy Valastro, a Carlo’s Bakery, seria no Parque Shopping Maia. Na ocasião, a notícia bombou, o astro visitou o empreendimento e foi recebido por uma grande quantidade de fãs. A jornalista Tamiris Monteiro, da revista Weekend e do Click Guarulhos, o entrevistou.

A data prevista para a inauguração era abril de 2016. Porém, a data chegou e a loja continuava apenas na expectativa. Em resposta aos questionamentos, foi informado que a abertura havia sido postergada para outubro. No entanto, para frustração dos guarulhenses, a primeira unidade da marca acabou sendo aberta, no início de dezembro, na rua Bela Cintra, 2182, na bairro do Jardins, São Paulo. A presença de Buddy é aguardada para janeiro, quando a loja paulistana deve ser inaugurada oficialmente.