sábado, 27 novembro 2021
- PUBLICIDADE -
InícioDESTAQUEDetran.SP apreende na capital carro com R$ 14,4 milhões em débitos

Detran.SP apreende na capital carro com R$ 14,4 milhões em débitos

Grande parte das infrações se refere a desrespeito ao rodízio de veículo e não indicação do condutor

Policiais militares do Comando de Policiamento de Trânsito da Capital (CPTran) que atuam na equipe de Busca e Apreensão do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) apreenderam na quinta-feira (2) um caminhão com mais de R$ 14,4 milhões em débitos.

O caminhão Volkswagen, de ano 2007 e modelo 2008, está registrado em São Paulo e pertence a uma empresa. No total, o carro tem R$ 14.406.262,06 só em infrações de trânsito. São 1.325 multas municipais, a maioria delas referentes a desrespeito ao rodízio de veículos.

A apreensão ocorreu durante fiscalização na avenida Dr. Ricardo Jafet com rua Saioá, na zona sul de São Paulo. O veículo foi encaminhado para o pátio do Detran.SP.

Boa parte das multas ocorre porque a pessoa jurídica proprietária do veículo não indicou o condutor que cometeu as infrações. Nesse caso, a legislação federal de trânsito prevê que uma multa com o valor multiplicado pelo número de vezes que aquela mesma infração se repetiu nos últimos 12 meses. Ou seja, se o veículo foi multado por avanço de sinal vermelho dez vezes no último ano, será aplicada uma multa por não indicação de condutor no valor de R$ 2.934,70 — o valor original de R$ 293,47 multiplicado por dez.

Com a apreensão, o caminhão VW deve ser relacionado para leilão. O valor arrecadado será descontado do total de débitos, ficando o restante da dívida em nome do proprietário.

Em cinco meses, outros sete veículos com pendências milionárias foram apreendidos pela equipe de fiscalização do Detran.SP:

· Fiat Ducato, ano 1997 e modelo 1998, registrado em Osasco. No total, o carro tem R$ 24.738.093,41 só em infrações de trânsito. São 1.965 multas municipais, a maioria delas referentes a desrespeito ao rodízio e por deixar de transitar à direita, como determina a legislação para veículos de carga. A apreensão ocorreu durante fiscalização na avenida General Edgar Facó, na zona norte de São Paulo.

· Honda Fit, ano 2005 e modelo 2006, registrado na capital, apreendido em 25/1/2017 na rua Maria Figueiredo, região central de São Paulo. Tem R$ 5.180.952,37 em multas de competência da prefeitura. São 1.379 multas municipais, a maioria delas referente a excesso de velocidade e descumprimento do rodízio municipal de veículos.

· VW Gol 1.0, ano 2007 e modelo 2008, registrado na capital, apreendido em 8/12/2016 no cruzamento das avenidas Aricanduva e Rageb Chofi, na zona leste da capital. Tem R$ 16.226.906,42 em pendências, sendo R$ 16.222.715,98 em multas de competência das prefeituras. São 2.118 multas municipais, a maioria delas referente a rodízio, circulação em faixa exclusiva e excesso de velocidade.

• Fiat Uno Mille, ano 2007 e modelo 2008, registrado na capital, apreendido em 25/11/2016 na avenida Senador Teotônio Vilela (zona sul da capital). Tem R$ 9.038.872,87 em pendências, sendo R$ 9.037.147,79 em multas de competência das prefeituras. São 1.614 multas municipais, a maioria delas referente a excesso de velocidade e avanço de semáforo.

· GM Kadett Ipanema GL, ano 1996, registrado na capital, apreendido em 19/11/2016 na avenida Radial Leste. Tem R$1.528.338,58 em pendências (multas, taxas e licenciamento), sendo R$ 1.527.619,99 em multas de competência da prefeitura. São 612 multas municipais, a maioria por desrespeito ao rodízio e circulação em faixa exclusiva.

• Peugeot Hoggar Escapade, ano 2011 e modelo 2012, registrado em Guarulhos, apreendido em 18/11/2016 na marginal Tietê, sentido rodovia Castelo Branco, nas proximidades da ponte da Casa Verde, na zona norte da capital. O carro tem R$ 9.114.975,27 em pendências, sendo R$ 9.111.515,40 em multas de competência das prefeituras. São 1.833 multas municipais, a maioria delas referente a excesso de velocidade, avanço de semáforo, conversão proibida e circulação em faixa exclusiva.

• Fiat Fiorino, ano 2002, apreendido em 8/11/2016 na ponte da Vila Guilherme, na marginal Tietê, zona norte da capital. Tem R$ 2,7 milhões em pendências. São 1.174 multas de competência das prefeituras. Maioria por excesso de velocidade, desrespeito ao rodízio municipal e desrespeito à faixa exclusiva de ônibus.

Juntos, os oito veículos apreendidos totalizam mais de R$ 82,9 milhões em multas, taxas e impostos e mais de 12.020 multas. Todos eles foram apreendidos por falta de licenciamento anual.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,491SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Escolas Estaduais promovem avaliação leitora para estudantes do ensino fundamental

Estudantes do 2º, 3º e 6º anos do ensino fundamental passam por Avaliação de Fluência Leitora nas escolas da rede estadual de São Paulo....

Escoteiros participam de atividades ambientais no Bosque Maia

No último sábado (20) 60 integrantes do Grupo de Escoteiros do Ar Major Brigadeiro Newton Braga participaram da oficina Minhocário, atividade promovida pela Prefeitura de Guarulhos no...

Centro de exposições na Vila Galvão recebe mostra da artista plástica Kika Goldstein

Entre os dias 27 de novembro e 27 de fevereiro de 2022, de terça-feira a domingo, o Centro de Exposições de Arte Prof. José Ismael, na Vila Galvão, recebe a...

Ministro diz que Brasil está com o controle da pandemia nas mãos

Neste sábado (20) o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que o Brasil está com o controle da pandemia de Covid-19 nas mãos. Ele reafirmou...

Saúde divulga dados epidemiológicos da Covid-19 em Guarulhos

Dados da Vigilância Epidemiológica Municipal desta quarta-feira (24/11/2021): Taxa de cura – 93,37% Taxa de letalidade – 5,82% Total de recuperados – 80.031 Casos confirmados – 85.714 Total de...