Com novas cadeiras odontológicas, UBS Seródio vai aumentar atendimento para mais de 600 pessoas

Foto: Fabio Nunes Teixeira

A reitora da Universidade Santo Amaro – Unisa, Margareth Rose Priel, esteve em Guarulhos nesta segunda-feira, 24, para formalizar a doação de duas cadeiras odontológicas à Unidade Básica de Saúde (UBS) Seródio. Uma delas já foi instalada e permitirá à UBS aumentar de 200 para cerca de 600 o número de consultas oferecidas. Para tanto, mais dois cirurgiões dentistas foram deslocados para prestar assistência no local.

Durante a entrega oficial dos equipamentos, o secretário de Saúde, Roberto Lago, acompanhado de sua adjunta, a médica Graciane Dias Figueiredo Mechenas, agradeceu a doação. “Fico feliz em ver que o município começa a atrair a atenção das universidades, porque Guarulhos representa um excelente campo de estágio e de capacitação dos profissionais de medicina”, disse.

As cadeiras doadas são hidráulicas e equipadas com todos os recursos necessários para atuação na saúde bucal. Além dos dois equipamentos entregues na UBS Seródio, um terceiro foi destinado à UBS São Rafael, onde serão necessárias adequações nas redes elétrica e hidráulica para a instalação e funcionamento. Segundo Margareth Priel, outros nove equipamentos deverão ser doados ao município.

“A iniciativa tem por objetivo melhorar as condições de vida da população. É uma forma da Unisa cumprir seu papel social, não somente levando o aluno à comunidade, mas formando cidadãos que possam interferir e melhorar a sociedade”, destacou Priel.  Todas as cadeiras doadas pela Unisa passarão por manutenção e revisão da Hospromed, empresa de equipamentos hospitalares, que está apoiando a iniciativa.

De acordo com a reitoria da Unisa, a entrega dos equipamentos integra o trabalho de responsabilidade social promovido pelas organizações, visando que mais pacientes possam ter acesso ao atendimento odontológico nas unidades de saúde. Ainda segundo a instituição de ensino, Guarulhos foi escolhida após a identificação de áreas com concentração de população que requer a ampliação de cuidados com a saúde.