domingo, 25 julho 2021
InícioCIDADESAÚDESaúde: nosso bem maior!

Saúde: nosso bem maior!

Fotos: divulgação e banco de imagens

Dizem por aí que uma das maiores riquezas na vida de uma pessoa é a saúde, mas você aí que começou a ler nossa matéria, tem cuidado da sua saúde? Com a correria do dia a dia, tempo de sono reduzido, refeições cheias de comidas industrializadas e a falta de atividades físicas, tem crescido o número de pessoas com problemas crônicos como obesidade, diabetes, pressão alta e doenças cardíacas. Por isso, quando se trata de saúde, não dá para deixar para depois. Melhor ainda é cuidar preventivamente.

Justamente para lembrar sobre a importância de se cuidar, em 7 de abril é comemorado o Dia Mundial da Saúde. A celebração coincide com a data de criação da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1948. O objetivo é conscientizar a população a respeito da importância de manter o corpo e a mente em equilíbrio e também falar de alguns problemas que atingem a população mundial.

Pela extrema relevância do assunto, a Weekend traz uma série de informações importantes para que os leitores tenham um panorama de atividades, cuidados, tratamentos e terapias que existem a sua disposição. De uma forma bastante plural, foram ouvidos profissionais de diversos segmentos e especialidades, com o objetivo de proporcionar ao leitor conteúdo útil e significativo.

Cuidados com o sorriso começam antes do primeiro dente

Você já imaginou um bebê no consultório de um dentista no primeiro mês de vida? Muita gente provavelmente responderá que não; afinal, por que levar um neném para uma avaliação odontológica se ele nem sequer tem dentes? A dentista Simone Giancristofaro, especialista em ortopedia funcional dos maxilares. explica: “Quando falamos em saúde, no Dia Mundial da Saúde, o mais correto é que o profissional tenha um pensamento global sobre o assunto. Para prevenir futuros problemas odontológicos, o ideal é que o acompanhamento aconteça no período gestacional, nascimento e até os dois anos da criança, mas a odontologia neonatal e a amamentação são segmentos ainda pouco divulgados no Brasil. Os dentistas ortopedistas funcionais, por exemplo, preocupam-se em passar para os futuros pais informações relacionadas aos cuidados com a saúde bucal da gestante, evitando assim, por exemplo nascimentos prematuros e baixo peso do recém-nascido. Para se ter ideia de como a prevenção é ampla, nos preocupamos até mesmo com o tipo de parto. A criança que nasce do parto normal é amamentada e tem uma nutrição adequada quanto à dureza dos alimentos tem muitas chances de desenvolver uma dentição excelente. Isso porque a mãe foi orientada ainda durante a gestação. Nós, dentistas, temos que ter foco na saúde e não só em cuidar das doenças. Esta é a beleza da Odontologia!”, ressalta.

Para Dra. Simone, a prevenção não se resume em ensinar a escovar os dentes, não comer doces para evitar cáries ou usar flúor, mas está também em entender o que tem causado tantos problemas de maloclusão, respiratórios, escolares e outros. “Crianças com dois anos apresentam deformações que não deveriam apresentar. Respirar pela boca, ter a língua baixa e ter o ‘céu da boca’ profundo são todos desequilíbrios que podem acarretar problemas respiratórios e do sono, levando a criança a ter um desenvolvimento bucal ruim.

A gente não pode olhar somente a ponta do iceberg, temos que olhar a base. Por que tantas pessoas precisam usar aparelho hoje em dia? Entre outras coisas, pois muitas não estão sendo amamentadasporque muitas mães não foram informadas e apoiadas para amamentar e, além disso, foi oferecido à criança chupeta e mamadeira. O padrão respiratório correto pelo nariz foi substituído então pela respiração bucal, causando problemas nas arcadas dentárias e a necessidade do uso de aparelhos ortopédicos funcionais. Esses aparelhos servem para proporcionam estímulos corretos para solucionar as disfunções encontradas. É um assunto bastante complexo; por isso, as minhas consultas iniciais com pais demoram cerca de uma hora e 30 minutos, tenho material didático, mostro figuras, porque sei que muitas vezes estou falando com uma pessoa que não é da área da saúde. Faço tudo para que entendam que a prevenção começa ainda na barriga da mamãe, antes mesmo de o bebê chegar ao mundo, e muito antes do primeiro dente”.

Seus olhos merecem um cuidado especial

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a catarata é responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo, atingindo principalmente a população idosa. É uma doença multifatorial, e pode ser congênita ou adquirida. A causa mais comum da catarata é o envelhecimento do cristalino, que ocorre pela idade, denominada de catarata senil. No processo de envelhecimento, as lentes dos olhos (cristalinos) engrossam e tornam-se opacas.

Eventualmente, pode ficar mais difícil ler as placas de rua e as cores parecem sem vida. Estes sintomas podem sinalizar a presença da catarata, que afeta cerca de 70% das pessoas aos 75 anos. Felizmente, a catarata pode ser corrigida com cirurgia. No Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, o número de procedimentos cirúrgicos para correção de catarata aumentou 59,7% de 2010 para 2014. Atualmente, são realizadas cerca de 556 mil cirurgias de catarata por ano no País.

De acordo com o oftalmologista e diretor médico administrativo do Hospital de Olhos CRO,  Marcelo Mastromonico Lui,  a decisão sobre quando operar deve ser tomada em conjunto pelo médico e o paciente. “No passado, havia a necessidade de esperar a catarata ‘amadurecer’ para indicar a cirurgia, em função da técnica que era utilizada. Atualmente, com as novas técnicas, quando a pessoa começa a não fazer o que gosta e muda a maneira de viver em função das limitações impostas pela catarata, está na hora de se submeter ao procedimento cirúrgico”, afirma o médico.

Na cirurgia, a lente natural que está embaçada é substituída por uma lente artificial chamada de intraocular, ou LIO, que melhora a visão do paciente significativamente. Os pacientes têm uma variedade de lentes para escolher, cada uma com diferentes benefícios. Segundo Dr. Marcelo, existem diferentes tipos de lentes disponíveis: as que corrigem apenas a catarata e aquela que corrigem a catarata, o erro refracional e também a presbiopia, que é quando o cristalino (a lente natural do olho) começa a endurecer, prejudicando a capacidade do olho de focalizar a visão de longe, perto e intermediário.

Uma das opções são as lentes que possibilitam corrigir o erro refrativo esférico e também o grau de astigmatismo. Outra alternativa são as lentes monofocais, projetadas para oferecer boa visão a distância, mas geralmente o paciente precisará de óculos de leitura para enxergar de perto. E, por fim, a lente intraocular para longe e perto, com tecnologia capaz de entregar o conceito de alcance da visão prolongado para a correção da presbiopia (vista cansada) em pacientes portadores de catarata. Nesse caso, a lente implantada no olho tem duração permanente, não necessitando ser substituída com o tempo.

Três questões importantes sobre catarata

  • A idade não é o único fator de risco para catarata. Embora a maioria das pessoas irá desenvolver a catarata em função da idade, estudos recentes mostram que o estilo de vida e o comportamento podem influenciar quando e quão severamente será o desenvolvimento da catarata: Diabetes, intensa exposição à luz solar, tabagismo, obesidade, pressão alta e determinadas etnias estão relacionadas ao aumento do risco de catarata. Lesões oculares, cirurgia ocular precoce e o uso, em longo prazo, de medicamentos esteroides também podem resultar em cataratas;
  • A catarata não pode ser evitada, mas você pode reduzir seu risco. “Usar óculos de sol anti-UV e chapéus com abas, quando estiver exposto ao Sol, pode ajudar. Vários estudos sugerem que alimentos ricos em vitamina C podem retardar a evolução da catarata;
  • A cirurgia pode melhorar mais do que apenas a visão do paciente. Estudos têm demonstrado que a cirurgia de catarata pode melhorar a qualidade de vida e reduzir o risco de quedas, por exemplo.

O ultrassom como bom aliado da medicina

No tradicional check-up, é comum a solicitação de análises laboratoriais relacionadas à coleta de sangue, urina e outros, mas um bom método diagnóstico também são os exames de ultrassom. De acordo com a médica ultrassonografista Dra. Daniela Rossi, o aparelho de ultrassom emite ondas sonoras para captar as características dos tecidos das estruturas e órgãos e, assim, constrói as imagens. Diferente do raio-X, não apresenta radiação. “É um método de imagem diagnóstica. Pode ser usado em quase todas as partes do corpo para buscar por diferentes patologias”, explica Daniela.

Embora o ultrassom seja muito utilizado para diagnóstico de doenças cardíacas e durante a gestação, o aparelho é capaz de detectar anomalias praticamente em todas as partes do corpo. “O ultrassom pode ser solicitado para exames de rotina em pacientes que apresentem fatores de risco para desenvolver determinadas doenças, pode ser usado no acompanhamento ginecológico, no abdômen, onde é possível identificar pedra na vesícula, gordura no fígado e pedra nos rins. Ou seja, dependendo da região do corpo, ele permite identificar patologias mais frequentes”, pontua.

O ultrassom tornou-se tão importante dentro da área de diagnósticos, que hoje já existem espaços especializados no procedimento, como o Dra. Ultrassom. “Há um grande diferencial do nosso atendimento em relação ao laboratório convencional. O principal é o atendimento humanizado, ou seja, individualizado, atendemos o paciente como um todo. Sabendo a queixa do paciente, ficamos atentos a qualquer alteração e procuramos pelas possíveis patologias, o que nos laboratórios convencionais se perdeu. Além disso, fazemos agendamento pelo site e whatsapp”, detalha Dra. Daniela Rossi, que também é membro titular do colégio brasileiro de radiologia.

Além do atendimento humanizado, Dra. Daniela destaca que muitas pessoas já não podem esperar tanto para fazer um exame e ter um local específico ajuda a tornar o processo diagnóstico mais rápido. “Estamos atendendo pacientes que não querem aguardar o convênio liberar agenda, pacientes que ficaram sem plano de saúde ou ainda os que estão sendo acompanhados pelo SUS e querem agilizar seu atendimento com o resultado do exame na mão. Fazemos o exame e entregamos na hora”.

Makoto Clínica Médica é alternativa aos planos de saúde

A Makoto Clínica Médica atende em 12 especialidades e realiza os seguintes procedimentos: exames de ultrassom, papanicolau, coleta de material para diagnósticos, além de implantação de DIU (dispositivo intrauterino). As áreas de atuação são: acupuntura, clínica médica, dermatologia, endocrinologia, fisioterapia, gastroenterologia, ginecologia, neurologia, nutrologia, obstetrícia, pediatria e psicologia.

Segundo o diretor administrativo, Telmo Santos Marins, o atendimento é humanizado e personalizado, com preços acessíveis, sendo uma alternativa paa as famílias que não têm plano de saúde. A Makoto atende particulares e 12 convênios. Ele diz que o Hotel Mercure foi escolhido para sediar a empresa por ser um local de fácil acesso, com segurança e conforto para os pacientes.

As consultas podem ser agendadas pelo site ou pelo Facebook, sem filas, nem demora no atendimento.

De olho na vacinação

Nos últimos meses temos ouvido muito falar em vacinação, principalmente por causa do surto de febre amarela. Mas você sabe quais vacinais pode – ou deve – tomar ao longo da vida?

Para iniciar o assunto, é importante entender que as vacinas são produtos biológicos que protegem as pessoas de algumas doenças. São produzidas a partir de partículas do próprio agente agressor, sempre na forma atenuada (enfraquecida) ou inativa (morta). “A função é fazer com que o nosso corpo entre em contato com a partícula de alguma bactéria ou vírus e aprenda como se defender dela, para no futuro, caso entre em contato com a doença, o seu organismo consiga se defender de forma mais rápida e eficaz. A vacinação no geral ajuda não somente aquela pessoa que recebe a vacina, mas também a comunidade como um todo”, diz a equipe de médicos de família e comunidade do Núcleo de Atenção Primária à Saúde (NAPS) da Unimed Guarulhos.

No Brasil, embora a vacinação não seja obrigatória, existe um calendário vacinal elaborado pelo Ministério da Saúde, que pode ter pequenas variações para cada estado, composto pelas vacinas com maior grau de recomendação, ou seja, aquelas que trazem mais benefício do que risco de efeitos adversos. No primeiro ano de vida, são mais de 10 vacinas, sendo que BCG e a de febre amarela são doses únicas. E algumas outras, como a Pentavalente, de poliomielite e rotavírus precisam de uma segunda dose.

No caso do surto de febre amarela, ouviu-se falar bastante sobre casos de pessoas que tiveram reações, mas o que a maioria não sabe é que toda vacina pode ter algum tipo de reação e elas variam de leve a mais intensa ou graves. “Algumas vacinas, chamadas acelulares, contêm apenas um ‘pedacinho’ do vírus ou bactéria e causam menos reação, pois o corpo reage contra esse pedacinho e não contra um organismo inteiro. Já as vacinas celulares ou de vírus vivo, são compostas do organismo inteiro, só que atenuado, ou seja, ele está enfraquecido para que não cause a doença em si, mas gera mais reação do corpo, pois o organismo está inteiro. No caso da febre amarela, trata-se de uma vacina de vírus vivo atenuado, e por isso as reações são mais intensas. De qualquer forma, são muito mais raras e mais leves do que a doença em si, trazendo mais benefício do que prejuízo”, esclarece a equipe de médicos da Unimed Guarulhos.

SM Diagnósticos, há 23 anos atuando em Guarulhos

Em atividade em Guarulhos desde 1995, o SM Diagnósticos atende também na Capital de São Paulo, em Amparo e em Serra Negra. Atua em Análises Clínicas, exames de Medicina Ocupacional, cardiológicos, ultrassom, eletroencefalograma, eletroneuromiografia, toxicológico e testes de paternidade.

Trabalha com diversos planos de saúde, entre os quais: Next/Seisa, HBC, Intermédica, Notredame, Green Line, Biovida, Assistência Médica Saúde São Miguel, Interclínicas, Sepaco, Trasmontano, Ameplan, Sompo/Marítima, MedSanitas, Associação Beneficente dos Aposentados do Brasil, Soluprev, Amizade Cristã, Acesse, Carvalho e Pacheco, Prever, UBB, Rede Mais, Caasp, Garantia de Saúde Adventista, Life Empresarial e Sistema de Planos de Saúde – Metrópole.

Segundo a médica Cristina Mariano, diretora do SM Diagnósticos, é recomendável que todas as pessoas passem no mínimo uma vez por ano em consulta médica e façam os exames preventivos. Sobre diferenciais do SM, afirma: “Primamos pela qualidade dos nossos exames, com agilidade nos resultados e bom atendimento ao seu cliente.”

Como a acupuntura atua no tratamento de dores ciáticas

Na medicina tradicional chinesa, entre inúmeras técnicas, talvez a que mais tenha se difundido no Ocidente foi a acupuntura. A técnica atua através de finíssimas agulhas em diversas partes do corpo, conhecidos como meridianos. Estas combinações atuam para equilibrar tanto o estado físico quanto o mental e emocional. Com o tempo, o metabolismo e os hormônios vão ficando “preguiçosos”. A acupuntura atua em campos de energia do corpo, estimulando-o a produzir (como um jovem). Daí a eficiência nos tratamentos desde físicos, emocionais, mentais e até estéticos. Por ser uma técnica 100% natural, é indicada para todas as idades, não somente para tratamento, mas também como preventivo para manter o equilíbrio.

Um problema muito frequente os brasileiros é a dor na região lombar; a acupuntura também é capaz de amenizar esse problema. Geralmente, a dor ciática incomoda bastante e pode irradiar-se para a parte posterior de uma ou de ambas as pernas. Essa dor surge repentinamente e desaparece algum tempo depois, espontaneamente ou com tratamento, mas com tendência a voltar depois de algum tempo com maior intensidade. Suas causas podem ser: obesidade, erros posturais e o sedentarismo.

Mas, de acordo com o acupunturista Mario Campos, da Bio-Acus Acupuntura, a acupuntura, junto com moxabustão, ajuda muito no alívio da dor e desinflamação do local. “Na medicina tradicional chinesa, esses tratamentos estabilizam a essência e o Qi (energia) dos orifícios inferiores, reduzem o calor e removem a umidade, fortalecem a recepção do Qi dos rins, aumentam a energia dos rins, reforçam a lombar e os joelhos, tonificam os ossos e a medula, fortalecem o Qi do cérebro, nutrem o Yin e o sangue, beneficiam o pulmão; a moxa tonifica o Yang dos rins”, explica.

Outra possibilidade é a eletroacupuntura, que utiliza a acupuntura como base e consiste na aplicação de agulhas no corpo com estímulos elétricos, que são transmitidos por uma corrente de pulso, potencializando os efeitos da terapia, principalmente para efeitos de analgesia. “A eletroacupuntura é indicada para os casos de dores agudas e crônicas, sendo excelente para eliminação de dores na coluna lombar, esporão de calcâneo, fascite plantar e bursite”.

Terapias alternativas equilibram corpo, mente e alma

Neste ano, o SUS (Sistema Único de Saúde) passou a oferecer dez novas terapias alternativas no leque de tratamentos de saúde. Florais, aromaterapia, cromoterapia, imposição das mãos e constelação familiar estão entre as ofertas. O objetivo da inclusão desses métodos é promover bem-estar e diminuir o estresse e a ansiedade.

Cientificamente, já ficou comprovado que tais práticas oferecem benefícios reais. O que demorou a acontecer no sistema público de saúde, já acontece há algum tempo em espaços como o do terapeuta Julyo Ganiko.

“O que os japoneses chamam de “Ki”, os chineses de “Chi”, os hindus de “prana”, alguns chamam de aura, Cristo chamava de luz, os neurocientistas chamam de campo eletromagnético. Resumidamente, tudo significa sopro de energia vital, que se manifesta no nosso ser e isso não tem nada a ver apenas com o físico. Essa energia é a integração do físico, do emocional e do mental. É o seu ser como um todo, seu ser holístico. É nessa energia que os orientais costumam cuidar da saúde. Eles entendem que o ser é um ser multifacetado com as partes mencionadas e o que acontece é que a manifestação de energia é como um sistema, e o sistema está todo integrado. Se o sistema acaba adoecendo muito, pode significar que tem relação com emocional ou metal. Por isso na cultura oriental existe o hábito de trabalhar a alimentação, respiração, meditação e os exercícios físicos. Todos esses pilares estão totalmente integrados formando uma base e sustentam a saúde”, esclarece Julyo.

Ou seja, mais do que qualquer outra cultura, as técnicas orientais primam a prevenção e no Espaço Julyo Ganiko é possível encontrar uma série de terapias capazes de trazer cura tanto para o corpo físico quanto para o emocional. “Nós ampliamos o espaço e a intenção foi construir algo para que as pessoas tenham um lugar para ter um estilo de vida saudável. Aqui elas dedicam um tempo e criam a cultura de ter um “plano de saúde” de verdade. Entendemos que é importante a pessoa procurar entender o que acontece dentro de si e não fora. Esse entendimento resulta em atitudes saudáveis, que evitam problemas no futuro. Quanto mais você se entende, mais você evita coisas que vão te prejudicar”, destaca.

Portanto, quem vai ao Espaço encontra um ambiente integrativo e multidisciplinar, com massagens, terapias, práticas meditativas, atividades físicas, vivências, cursos e outras atividades; tudo para trabalhar harmonia, equilíbrio e, sem dúvida nenhuma, a saúde.

Hospital Nipo-Brasileiro completa 30 anos de atendimento médico de alto nível

Em 2018, o Hospital Nipo-Brasileiro completa 30 anos de atuação médica, sendo uma das unidades de saúde mais importantes das zonas Leste e Norte da capital paulista e do município de Guarulhos.

Fundado em 1988 com 50 leitos e hoje com 244, o Hospital destaca-se como referência em atendimento médico de complexidades variadas, com instalações modernas e equipamentos de alta tecnologia e corpo clínico de inegável capacidade.

O seu pronto-socorro é um dos maiores em volumes de atendimento nas regiões em que atua. Atende mais de 40 especialidades médicas, oferecendo diversos tipos de diagnósticos e tratamentos diferenciados, além de pronto atendimento 24 horas para adultos e infantil, cardiologia, ortopedia, pediatria, ginecologia e obstetrícia.

Um dos serviços oferecidos desde a fundação do hospital é a Maternidade. São realizados cerca de 2.700 partos por ano na unidade, com processos de pré-natal e partos que seguem protocolos internacionais e nacionais, priorizando o atendimento individualizado, a realização de exames nos períodos adequados e preparação da paciente para o nascimento do bebê.

Sua excelência em unidade hospitalar é certificada desde 2013 pelo selo de qualidade da acreditação máxima ONA Nível 3, e atualmente tornou-se Hospital integrante do processo internacional de acreditação Qmentum para desenvolvimento e implementação de padrões de excelência em saúde.

A unidade é mantida pela Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo (Enkyo), entidade filantrópica de utilidade pública sem fins lucrativos, idealizada e fundada pelos imigrantes japoneses para promover a assistência médica e social, visando a qualidade de vida e o bem-estar da população.

Serviço:

Hospital Nipo-Brasileiro
Rua Pistóia, 100, Parque Novo Mundo
Tel. 2633-2200

NAEQ Núcleo de Aplicação de Energia Quântica
Rua Soldado Arlindo Sardanha, 32, sala 12,
Centro, 99695-7070  (Vivo e Whatsapp)
www.naequantica.wixsite.com/energiaquanticalnuzzo

Alessandra Faria Estética Avançada
Rua Sebastião Ferraz, 36, Vila Sorocabana
97236-4020 / (35) 98804-1400
alessandrafaria819@gmail.com

ATI Terapias
R. Dr. Epitácio Pessoa, 371,
Jd. Sta. Francisca
2408-9586  / 2408-9592   / Whatsapp  99948-2943

Dra. Ultrassom
Rua. Joseph Zarzour, 93, sala 519, Centro
Whatsapp 95242-3340
www.draultrassom.com.br

Além do Sorriso Odontologia  ´
consulta@odontoalemdosorrisso.com.br
2409-9297 / 94741-3396

Mister Merlin
Av. João Bernardo Medeiros, 631,
Bom Clima
2440-2128
Whatsapp 96419-6002
www.mistermerlin.com.br

Makoto Clínica Médica
Rua Barão de Mauá, 450, sala 406
Tels.: 2087-2031, 2229-6833 e 94253-6877
www.makotoclinica.com.br

Bio-Acus Acupuntura
Rua Dr. Sebastião Ferraz, 36,
Vila Sorocabana
97236-4020
marioscampos70@hotmail.com

SM Diagnósticos
AV. Esperança, 496, Centro
2461-6565
www.smdiagnosticos.com.br

Unimed
Av. Paulo Faccini, 900, Jardim Barbosa
2463-8000

CID – Centro Integrado
de Diagnósticos
AV. Timóteo Penteado, 881, Vila Hulda
2463-5990
www.cidlab.com.br

Hospital de Olhos – CRO
Rua Santa Conceição, 51, Vila Progresso
2087-7737
www.hospitaldeolhoscro.com.br

IUSI  – Instituto de Ultrassonografia e Imagem
Av. Salgado Filho, 532, Centro
2463-8200
www.iusi.med.br

Espaço Julyo Ganiko
Av. Pref. Antônio da Costa Santos, s/nº
3437-2714
www.spajulioganiko.com.br

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,400SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

26º curso de formação profissional do Samu realiza aula prática nesta quarta-feira

A cada dois anos os profissionais do Samu de Guarulhos passam por capacitação para atualização das normas e técnicas de assistência às vítimas. Nesta quarta-feira...

Projeto Mude Esse Ciclo chega ao São João e Santos Dumont

A Prefeitura de Guarulhos entregou nesta quarta-feira (21) 500 kits de absorventes higiênicos do projeto Mude Esse Ciclo para assistidos pelos Centros de Referência da Assistência...

Vacinação contra a Covid-19 avança em Guarulhos para o público de 27 anos ou...

A Prefeitura de Guarulhos se antecipa mais uma vez ao calendário estadual e abre a partir de segunda-feira, 26/7, a vacinação contra a Covid-19...

Cidade de São Paulo identifica quatro novos casos da variante Delta

Quatro novos casos de pessoas infectadas pela variante Delta, cepa identificada inicialmente na Índia, foram confirmados nesta quarta-feira (21) na cidade de São Paulo. Com isso, a capital paulista já soma 12 casos.

Receita libera consulta a terceiro lote de restituição do IR

O contribuinte que entregou a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física tem, das 10h de hoje (23) até meados de maio, para saber se acertou...