A Copa do Mundo começou, a seleção brasileira já estreou e os brasileiros seguem animados para assistirem aos jogos. Como o primeiro foi em um domingo, às 15h (horário de Brasília), muita gente preferiu reunir a família e os amigos em casa e assistir à partida com um almoço, petiscos ou churrasco. Os dois próximos jogos cairão na semana e acontecerão em horários comerciais: um no dia 22/06, às 9h, e o outro em 27/06, às 15h; sendo assim, restaurantes, bares e até padarias passam a ser alternativas para quem pretende assistir à disputa futebolística fora do trabalho.

Por isso, muitos estabelecimentos planejaram-se para oferecer aos clientes programação especial nas datas em que o Brasil entrar em campo. Neste ano, como os jogos acontecerão nos períodos da manhã e da tarde, os serviços estão bem democráticos: além dos ambientes decorados, telões e música ao vivo, alguns lugares estão oferecendo desde o tradicional chope gelado até um café da manhã mais reforçado. A Revista Weekend fez a relação de alguns lugares aqui pela cidade para você ir curtir os jogos sem preocupação.

Na telona do cinema – Parque Shopping Maia

No Parque Shopping Maia há a oportunidade de acompanhar os jogos de maneira diferenciada: no cinema. Isso mesmo! A Cinépolis vai transmitir os jogos da Copa e os ingressos já estão disponíveis através desse link: cinepolis.com.br/pre-vendas. Além disso, as lojas do empreendimento estão em ritmo de Copa e oferecem diversos produtos e looks para se preparar para a competição.

Cinépolis – Parque Shopping Maia
Av. Bartolomeu de Carlos, 230,
Jardim Flor da Montanha

Villa Velha Bar
Uma espécie de boteco moderno, com uma balada anexa, o Villa Velha é um dos principais pontos de encontro dos guarulhenses que gostam de se reunir com os amigos para se divertirem e curtirem uma boa música. Por isso não dá para deixá-lo de fora da lista. Na partida de sexta (22/06), o lugar não abrirá, mas no dia 27 haverá, das 12h às 16h, buffet de feijoada e caipirinha de limão com cachaça à vontade, por R$ 29,90

Villa Velha Bar
Rua Tapajós, 2, Jardim Barbosa
4386-4246

Adega 33
O bar tem três telões de led para os clientes assistirem às partidas e promoções especiais para os dias dos jogos. No dia da competição entre Brasil e Costa Rica, o estabelecimento abrirá às 8h e terá café da manha à vontade por R$ 21,90. O café será composto por leite, sucos, iogurte, pães, frios, frutas e outros quitutes. No jogo entre Brasil e Sérvia, o Adega abrirá às 12h e servirá feijoada à vontade por R$ 27,90. Ao fim da partida, os clientes poderão descontrair com apresentações de samba e pagode. O bar sugere que os clientes façam reservas com antecedência pelos números 3428-6294 ou WhatsApp 99601-7093.

Adega 33
Rua Tapajós, 120, Macedo

Maria Cereja
As TVs da tradicional Maria Cereja também estarão ligadas para os clientes que quiserem assistir ao jogo na sexta-feira (22/06) de manhã. Nesse dia, a padaria fará um café no sistema buffet, das 8h às 11h, com muitas das delícias que a casa tem em seu cardápio. Durante todo o período da Copa, o estabelecimento também oferece uma promoção especial que inclui as porções de filé mignon, calabresa, fritas, fritas com cheddar e bacon e tábua de frios. Na parte das bebidas, o chope Stella sai por R$ 12,90 e o balde com cinco long necks por R$ 27,50.

Maria Cereja
Av. Paulo Faccini, 1331, Jardim Maia
2408-1920

Mubarak
O Mubarak abriu há pouco tempo. É uma casa especializada em culinária árabe. Até o fechamento da edição não havia divulgado uma programação específica para os jogos, mas na primeira partida, o estabelecimento fez promoção: durante o jogo, caipirinha, Rosh da Zomo e Chopp Brahma custaram R$ 6 cada. Dependendo do horário, também é servido rodízio árabe. Além da promoção, fazem apresentações de dança árabe.

Mubarak
Rua Tabajara, 69, Macedo
98495-6725

Schoppen Beer & Food
Não é porque a Alemanhã fez 7×1 em cima do Brasil na Copa passada que precisamos guardar ressentimentos, não é mesmo? Para provar que tudo passou, quem quiser pode ir torcer pela seleção no Schoppen Beer & Food, casa especializada em culinária alemã. No cardápio há opções de pratos à la carte; porções, como o mix de salsichas alemãs, composto por quatro tipos variados do embutido, que se completam com os molhos de mostarda Hemmer; e o chucrute Garnier. Como carro-chefe, destaque para o clássico Tartar do Chef e o “joelho no pão”, que é feito na baguete, com eisbem desfiado, cebola roxa caramelizada, chucrute e finalizado com molho barbecue. A carta de cervejas artesanais junto com a gastronomia alemã são os grandes diferenciais da casa, onde se pode encontrar mais de 90 tipos de cervejas vindas de toda parte do mundo. Também há cervejas brasileiras, como a Azzaca Lover, da cervejaria Dogma, e dentre as importadas pode-se citar a Erdinger Urweisse e a Belga Vedett, uma White Beer.
Provavelmente o estabelecimento não abrirá no horário do jogo do dia 22/06, mas deve oferecer programação especial no jogo entre Brasil e Sérvia.

Schoppen
Rua Rafael Balzani, 77, Centro
2447-2505

Boteco Boa Vista
Outro local tradicionalíssimo da rua Tapajós é o Boteco Boa Vista. Também sem programação definida até o fechamento da edição, dificilmente o lugar deixará de fazer algo nos dias dos jogos. Ao que tudo indica, o Boa Vista terá buffet de café da manhã no dia 22/06, e almoço com alguma condição especial no dia 27. O espaço conta com oito TVs de LED, um telão LED e 1 videowall. Por enquanto, vale destacar o festival de caldos e fondue que acontece no período noturno.

Boa Vista
Rua Tapajós, 200, Centro
2358-5743

Chopp Brahma Express
Se a ideia for assistir aos jogos em casa, na companhia dos familiares e amigos, então uma opção é fazer com que o chope chegue até você. O Chopp Brahma Express atende esse tipo de demanda e trabalha com Chopp Brahma, Chopp Brahma Black, Chopp Brahma Escuro, Chopp Antárctica (de Ribeirão Preto), Chopp Skol Draft e Stella Artois Draught. Durante a Copa a casa está com promoções especiais. Para saber mais, basta acessar o endereço eletrônico choppbrahmaexpress.com.br. Se preferir, ligue: 2087-1166 ou visite a loja.

Chopp Brahma Express
Av. Dr. Renato de Andrade Maia, 1437, Parque Renato Maia

Bar e restaurante do compadre
A tradicional casa nordestina não estará aberta no horário do jogo do dia 22, mas em todos os jogos dentro do seu horário de funcionamento, oferece 80 lugares, com duas TVs para assistir aos jogos, sendo uma delas de 70”. Terça a sábado, das 11h à 0h; domingos das 11h às 18h.

Bar e Restaurante do Compadre
Rua Silvânia, 86 – Gopoúva (próximo à rua Nossa Senhora Mãe dos Homens)
2443-4533 / 2479-2995

11 curiosidades sobre a Copa do Mundo

Realizada pela primeira vez em 1930, a Copa do Mundo acumula muitas histórias envolvendo as seleções dos países participantes. Para saber mais a respeito de algumas curiosidades sobre o evento, consultamos a enciclopédia Britannica Digital Learning® e o professor de Futebol do curso de Educação Física, da Universidade Positivo (UP), Fábio Bandeira.

A primeira Copa foi realizada em Montevidéu, no Uruguai. O primeiro jogo, entre França e Argentina, contou com uma surpresa: o goleiro francês se machucou aos 26 minutos e, como não era prevista substituição de jogadores naquela época, a seleção teve que se adaptar e colocou o meio de campo como goleiro. Apesar disso, a França ganhou o jogo por 4 a 1. O Uruguai acabou levando a primeira Taça Jules Rimet. A Argentina foi vice-campeã.

Desde a sua criação, a Copa só deixou de acontecer de 1939 a 1949, por causa da Segunda Guerra Mundial.

Na Copa de 1950, no Brasil, as seleções estavam comportadas: nenhum jogador foi expulso em nenhuma das 22 partidas disputadas.

As travas altas das chuteiras usadas pelo time da Alemanha, contra a Hungria, em 1954, em um gramado encharcado, foram fundamentais para a vitória. Até hoje, os alemães veem a marca Adidas, criadora dos calçados, como uma colaboradora da conquista do título.

O jogo entre Brasil e Inglaterra, na Copa da Suécia, em 1958, foi o primeiro empate em zero a zero na história das Copas do Mundo. Como era uma situação inédita, alguns jogadores chegaram a pensar que haveria uma prorrogação.

A Copa de 1962 foi a primeira que brasileiros puderam ver pela TV, apesar de não ao vivo. Fitas de videotape eram trazidas de avião e exibidas dois dias depois da realização dos jogos.

O tricampeonato pelo Brasil, em 1970, no México, cedeu a posse definitiva da Taça Jules Rimet. Mas, em 1983, ela foi roubada da sede da CBF. Em 1984, a FIFA fez uma réplica da taça e deu-a de presente ao Brasil. A partir de 1974, a taça passou a chamar-se Taça FIFA.

A Copa de 1982, na Espanha, contou com a maior goleada da história da Copa do Mundo: a Hungria venceu El Salvador por 10 a 1.

O fato trágico da eliminação do Brasil, na Copa de 2014 nas semifinais, pela Alemanha, pela goleada de 7 a 1, foi a maior derrota da Seleção Brasileira, o maior placar em uma semifinal de Copa do Mundo e o mais desastroso resultado enfrentado por um país-sede na história das Copas.

Em 2014, a Alemanha foi a primeira equipe europeia a vencer uma Copa do Mundo sediada nas Américas.

O Brasil é o único país a ter participado de todas as edições da Copa do Mundo de Futebol.

A Copa pelas ruas da cidade

Para contagiar a população no ritmo da Copa do Mundo, a “Folha Metropolitana” lançou o concurso que vai premiar a rua mais enfeitada de Guarulhos.
Originalidade, criatividade, arte, estética, harmonia e conjunto são os quesitos para vencer. A iniciativa premiará a via mais bonita para o Mundial com uma revitalização completa do logradouro, feita em parceria com a Prefeitura de Guarulhos. Além disso, os moradores da rua campeã poderão assistir à final da Copa do Mundo, no dia 15 de julho, em um telão com carro de som, tudo isso acompanhado de 20 quilos de carne para festejar com um churrasco. A premiação contempla, ainda, uma placa de rua mais bonita da cidade.

A Revista Weekend visitou a rua João Rossi, no Jardim Cocaia, e conversou com Felipe Oliveira de Souza, um dos moradores que ajudaram na decoração e pintura do espaço. “Foi um serviço comunitário, todos os moradores participaram e quem começou com o projeto foi o nosso vizinho Ademir. No começo eram poucas pessoas que ajudavam, mas o pessoal foi se animando”, conta o morador. Para formar a bandeira da imagem, foram colocadas fita por fita numa tela de TNT e depois de concluída, a arte foi colocada sobre a rua, que é uma das participantes do concurso da Folha.

Uma comissão organizadora escolherá as 10 melhores ruas entre as inscritas e que estiverem adequadas ao concurso e postará na página do Facebook da Folha Metropolitana. As cinco fotos com o maior número de curtidas serão submetidas novamente à comissão organizadora, que escolherá duas para serem novamente postadas na rede social do jornal. Em seguida, entre essas duas o júri escolhido pela Folha Metropolitana definirá qual rua será a campeã.

A divulgação do vencedor será exibida no site da Folha, no dia 14 de julho, bem como nas redes sociais (Facebook e Instagram) do jornal e no portal Click Guarulhos.