quarta-feira, 10 agosto 2022
PUBLICIDADE
InícioDESTAQUEEquipes de busca localizam segundo ônibus submerso na lama; mortos sobem para...

Equipes de busca localizam segundo ônibus submerso na lama; mortos sobem para 60

 

As equipes de busca que trabalham em Brumadinho (MG), onde uma barragem da mineradora Vale se rompeu na sexta, 25, localizaram um segundo ônibus submerso em meio à lama de rejeitos. Segundo o último boletim do Corpo de Bombeiros, o número de mortos subiu para 60 e 292 continuam desaparecidos. O acesso ao local onde o ônibus foi localizado, entretanto, ainda não é possível. “Não sabemos o número de mortos que vamos encontrar no interior desse veículo”, informou o porta-voz do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara.

Segundo ele, uma vez que o acesso ao ônibus for aberto, as equipes precisam estabilizar o local com tapumes e fazer o escoramento correto para só então dar início à retirada das vítimas. “Se não, no momento em que a gente está acessando, pela própria característica da lama, às vezes, ela invade [o ônibus] e não possibilita o trabalho”, explicou. No último sábado (28), um primeiro ônibus foi encontrado soterrado na lama e sem sobreviventes.

Ajuda israelense

De acordo com o tenente, militares israelenses que se juntaram às equipes de busca brasileiras devem se concentrar, num primeiro momento, na região próxima ao local onde ficava a área administrativa da Vale, atingida pelos rejeitos. Ele lembrou que a possibilidade de o refeitório da mineradora, entre outras estruturas, ter se deslocado quilômetros à frente é grande, em razão da força da lama. “Recebeu a onda de impacto mais forte”, disse.

Vale tem bens bloqueados e suspende bônus a acionistas

Após a tragédia do rompimento de uma barragem da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), na sexta-feira (25), que deixou pelo menos 58 mortos, a mineradora Vale, responsável pela barragem, enviou dois fatos relevantes para a Bolsa de Valores de São Paulo. Os comunicados ao mercado financeiro foram feitos na noite de ontem (27), após reunião extraordinária do Conselho Adminstrativo da empresa.

O primeiro informa sobre a decisão da Justiça de bloquear bens da mineradora no valor total de R$11 bilhões, além de determinar que a Vale “adote as medidas necessárias para garantir a estabilidade da barragem VI do Complexo Mina do Córrego do Feijão, se responsabilize pelo acolhimento e integral assistência às pessoas atingidas”, dentre outras obrigações, informa o comunicado.

A empresa informa também que recebeu sanções administrativas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no valor de R$ 250 milhões, e pelo Estado de Minas Gerais, em R$ 99 milhões.

O segundo comunicado informa sobre a constituição de dois Comitês Independentes de Assessoramento Extraordinário (Ciae) ao Conselho de Administração. O Ciae de Apoio e Reparação acompanhará as providências tomadas para assistência às vítimase e recuperação da área atingida. O Ciae Apuração se dedicará a buscar as causas e responsabilidades pelo acidente. Ambos serão coordenados e compostos por “maioria de membros externos, independentes, de reputação ilibada e com experiência nos temas de que se ocuparão, a serem indicadas pelo Conselho”.

O Conselho determinou também a suspensão da Política de Remuneração aos Acionistas, ou seja, o não pagamento de dividendos e juros sobre o capital próprio, bem como deliberações sobre recompra de ações. Além disso, foi suspenso o pagamento da remuneração variável aos executivos.

A Vale encerra o comunicado informando que o Conselho de Administração “permanece em prontidão e acompanhando a evolução dos eventos relativos ao rompimento da barragem e tomará as medidas adicionais necessárias”.

*Com informações da Agência Brasil.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,613SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Estudantes das Etecs conquistam 270 medalhas em Olimpíada de Astronomia

A participação de estudantes das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) do Centro Paula Souza (CPS) na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) tem se tornado cada...

Supermercado Fonte Nova tem vagas de emprego no Bom Clima

A rede de supermercados Fonte Nova está preparando a inauguração de sua nova loja no Bom Clima e, para isso, está recrutando profissionais para...

Grande público prestigia Bienal do Livro de Guarulhos

Desde as primeiras horas de funcionamento da Bienal do Livro de Guarulhos, no Internacional Eventos, na manhã de sexta-feira, 5, o público vem prestigiando...
Eliana Galvão Dias

Traduzindo para leigos o que mudou no Código de Processo Civil

Eliana Galvão DiasAdvogadaMestre pela PUC/SP – Relações Sociais e Jurídicas Em 2015, houve alterações em muitos pontos do Código de Processo Civil, o que tem...

Lares de mulheres negras são mais afetados por insegurança alimentar

Um estudo realizado em Salvador por pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) revelou que os lares chefiados por mulheres negras são os mais...