PUBLICIDADE
InícioCIDADEPolícia prende dois suspeitos do roubo de ouro no Aeroporto de Guarulhos

Polícia prende dois suspeitos do roubo de ouro no Aeroporto de Guarulhos

Publicado em
PUBLICIDADE

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de São Paulo informou que dois suspeitos foram presos por envolvimento no roubo de 718,9 quilos de ouro na quinta-feira, 25, no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP). Um deles é o funcionário da GRU Airport que havia dito ter sido “sequestrado” pelos criminosos, junto com membros da família, na quarta-feira, 24.

Foram detidos o encarregado de despacho do aeroporto, Peterson Pattrício, 33 anos, e um conhecido dele, chamado Peterson Brasil. A investigação aponta que foi Brasil quem convidou Pattrício a participar do assalto.

 

Outros dois homens, que não tiveram os nomes divulgados, também teriam sido presos. Segundo os investigadores, eles seriam os donos de um estacionamento usado pelos ladrões para estacionar as caminhonetes usadas no roubo.

A primeira detenção ocorreu na noite de ontem, 27. A polícia não divulgou muitos detalhes sobre os acusados “para preservar a investigação e evitar desvios na linha de trabalho”, informou em nota.

Ao menos dez pessoas podem ter participado do roubo ao ouro avaliado, segundo a polícia, em mais de R$ 100 milhões.

Criminosos chegaram no local com duas caminhonetes clonadas da Polícia Federal e disseram ao porteiro que realizariam uma inspeção referente ao tráfico de drogas no Terminal de Cargas – Foto: Kevin Constner/Divulgação/SSP-SP

Para o crime, o grupo usou dois carros disfarçados de viaturas da Polícia Federal. Fortemente armados, renderam os funcionários que faziam a manipulação da carga e os obrigaram a transferir o ouro para uma das caminhonetes. A entrada dos ladrões foi facilitada pelo supervisor de logística, agora suspeito de participação no crime, que havia sido rendido na noite anterior à ação dos bandidos.

O metal precioso, dividido em 31 malotes, tinha como destino Nova York, nos Estados Unidos, e Toronto, no Canadá.

Em nota, a GRU Airport, concessionária responsável pelo Aeroporto de Guarulhos, informou que “todas as informações referentes ao episódio ocorrido no último dia 25, no Terminal de Cargas do Aeroporto, estão sendo repassadas à Polícia Civil, que está liderando as investigações”. A companhia acrescenta que “cumpre todas as normas internacionais e práticas de segurança pertinentes à segurança aeroportuária”.

*Com informações da Agência Brasil e do G1

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE