Programação do Agosto Dourado mobiliza serviços da rede municipal de Saúde

Superioridade do leite materno sobre o de outras espécies é comprovada por vários estudos científicos - Foto: Divulgação
 

Agosto é a época do ano em que o mundo todo promove ações de incentivo ao aleitamento materno. Por isso, o mês recebeu a cor dourada em alusão ao padrão ouro de qualidade do leite humano. Em Guarulhos a programação relacionada ao tema mobilizará todos os serviços da rede municipal de Saúde ao longo dos próximos 30 dias. A solenidade de abertura da 19ª Semana de Amamentação terá início nesta quinta-feira, 1° de agosto, a partir das 8h30, no salão de Artes do Adamastor Centro.

Para a abertura do evento Guarulhos convidou a pediatra e neonatologista, formada pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Vânia Gato Medeiros, que vai falar sobre o protagonismo da família no apoio ao aleitamento materno. Com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Pediatria, ela integra atualmente equipes humanizadas de assistência ao parto e também é professora da pós-graduação em Cuidado Materno Infantil do Instituto Mame Bem.

A palestra da médica, que terá início às 10h, vai ao encontro do tema mundial da Semana de Amamentação de 2019: “Empoderar mães e pais! Favorecer a amamentação hoje e para o futuro!” Logo após a explanação, será realizado o lançamento do Selo Unidade Amiga do Peito, título que será concedido às creches que abraçarem a causa, desenvolvendo atividades para apoiar e incentivar a continuidade do aleitamento materno, além de ações para melhorar a qualidade de suas práticas.

Oficina sobre amamentação

Na parte da tarde será realizada uma oficina de amamentação, coordenada pela equipe do Banco de Leite Humano de Guarulhos e do Programa Saúde na Escola, para capacitar coordenadores das creches da rede municipal e entidades parceiras sobre a manutenção do aleitamento materno nessas instituições, visando evitar o desmame precoce. 

Temas como a garantia de direitos de mães e bebês; as etapas importantes para atender as famílias que solicitam aleitamento materno nas creches e orientações para recebimento, armazenamento e administração do leite materno nessas instituições serão abordados na oficina.

Benefícios do leite materno

Segundo o Ministério da Saúde, a superioridade do leite materno sobre os leites de outras espécies já está comprovada por vários estudos científicos. O aleitamento materno é a principal estratégia para reduzir as mortes infantis, uma vez que a mortalidade por doenças infecciosas é seis vezes maior em crianças menores de dois meses não amamentadas.

Isso porque o leite materno protege conta as diarreias, contribuindo para que a doença seja mais branda caso ocorra; evita doenças respiratórias; diminui o risco de alergias, bem como de colesterol alto, diabetes e hipertensão ao longo do tempo. Além disso, a amamentação melhora o desenvolvimento intelectual e da cavidade bucal, estimula o vínculo afetivo de mãe e filho, entre outros benefícios, como, por exemplo, o fator econômico com a redução de custos.

*Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Guarulhos