Guarulhos exibe imagens históricas na Estação Aeroporto da CPTM

Exposição Iconografia Guarulhense na Estação Aeroporto da CPTM - Foto:Fabio Nunes Teixeira/PMG

A exposição Iconografia Guarulhense, que tem por objetivo contar a história de edificações e espaços públicos da cidade que são tombados pelo Conselho do Patrimônio Histórico, Artístico, Ambiental e Cultural do Município, teve início nesta quarta-feira (7) e ficará até 7 de outubro na Estação Aeroporto da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

A exposição, iniciativa da Prefeitura de Guarulhos em parceria com a CPTM, conta com fotografias do acervo da Secretaria de Cultura, algumas icônicas, como a antiga Estação de Recalque, no Lago de Vila Galvão, a Capela de São João Batista dos Morros, o Sanatório Padre Bento, a Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso e o Colégio Conselheiro Crispiniano, entre outras.

De acordo com o secretário de Cultura, Vitor Souza, a exposição integra um conjunto de ações que visam a fomentar a circulação de atividades e eventos culturais por toda a cidade. “Por meio dessa valiosa parceria com a CPTM, a Prefeitura de Guarulhos tem ampliado o compartilhamento da riqueza cultural da cidade com os munícipes, tornando a arte e a cultura um bem de consumo de fácil acesso a todas as pessoas, não importando se elas estão dentro de uma galeria de arte ou se deslocando para ir e voltar do trabalho”, explicou o secretário.

Além do passeio fotográfico que integrou a programação de abertura da exposição, o encontro ficou marcado pela visita orientada oferecida aos passageiros pela equipe do Arquivo Histórico Municipal de Guarulhos. Para Araci Borges, servidora responsável por contar as histórias das imagens, a visita orientada oferecida aos passageiros da estação durante a abertura é essencial para contextualizar o processo de transformação do espaço físico.

Exposição Iconografia Guarulhense na Estação Aeroporto da CPTM – Foto:Fabio Nunes Teixeira/PMG

“Muitas pessoas que passam pela Estação Aeroporto não são da cidade e mesmo aqueles que são também têm a oportunidade de conhecer um pouco das histórias por trás dessas fotografias históricas”, explicou Araci.

Alecsandra Sanchez, supervisora-geral de Estações da CPTM, enfatizou a responsabilidade social da empresa no que diz respeito a meio ambiente, educação e relacionamento com a sociedade. “Para nós, essa parceria com a Prefeitura de Guarulhos é bastante rica.Nosso desejo é ampliar, expandir e consolidar a realização de atividades culturais nesse espaço”, disse.

A funcionária do aeroporto Silene Fátima Ribeiro, que passa diariamente pela estação, ficou curiosa ao saber que a música Trem das Onze faz referência ao ramal de estações que passava por Guarulhos, dentre elas a estação que ficava na Praça IV Centenário, no Centro, e cuja imagem é uma das que compõem a exposição Iconografia Guarulhense. “É muito importante saber da história da nossa cidade, saber como eram os monumentos no passado, principalmente porque a paisagem mudou bastante”, comentou sorridente.

*Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Guarulhos