Qualidade do tapa-buracos da Sabesp gera reclamações

 

A Sabesp vem sendo rápida na tarefa de proceder ao reparo dos buracos decorrentes de serviços executados pela empresa, tanto de forma automática, assim que as ligações são efetuadas ou vazamentos consertados, quanto quando recebe queixas pela Imprensa. Em geral, as demandas encaminhadas à Comunicação da Sabesp têm obtido resultado satisfatório.

No entanto, internautas têm apontado que é ruim a qualidade do recapeamento asfáltico que tem sido feito.

Um caso recente aconteceu na avenida Brigadeiro Faria Lima, altura do número 320. Uma grande vala teve de ser aberta para permitir a ligação com a tubulação de um prédio em construção na rua Professor Ângelo Castrucci. A reposição de terra e o recapeamento foi feito logo em seguida. Porém, teve de ser refeito na quarta-feira, porque o solo estava úmido e a pista afundou.


Na manhã desta sexta-feira, um munícipe enviou fotos que demonstram que o serviço terá de ser refeito mais uma vez. Veja:



Avenida Guarulhos

No início desta semana, o Click encaminhou à Sabesp fotos de buracos que resultaram de trabalho da empresa na avenida Guarulhos, próximo ao número 1.000, confluência com a avenida Antonio Iervolino.

Na quarta-feira, a Comunicação da Sabesp respondeu, informando que os reparos haviam sido concluídos. No dia seguinte, recebemos mensagens reclamando da qualidade do recapeamento.

A Reportagem do Click esteve no local nesta sexta-feira e pôde averiguar que, de fato, o pavimento já está comprometido. Confira na foto em destaque e nestas duas:

Nova demanda será enviada à Sabesp, relatando essas ocorrências, para que exija qualidade das empresas terceirizadas.