Edifício Barcelona é o primeiro totalmente sustentável em Guarulhos

Edifício Barcelona
 

O Edifício Barcelona, em fase de conclusão na rua Brás Cubas, 312, Jardim Maia, é o primeiro de Guarulhos totalmente sustentável. Nele tudo foi planejado para reduzir ao mínimo imprescindível os resíduos de construção e seu projeto incorpora inumeros itens de proteção e respeito ao meio ambiente.

Construído pela Ceami Tecnologia e Construção, empresa com mais de 30 anos de atuação no ramo, tem estilo neoclássico, com referências ao arquiteto Antoni Gaudi.

Segundo o engenheiro responsável pela obra, Edson Damasceno Célio, no Barcelona o belo e o responsável encontram-se em perfeita harmonia. O engenheiro opina que a sustentatibilidade deveria ser obrigatória em todos os novos projetos. Refere-se ao problema das enchentes, tão comum não só no Brasil, mas mesmo em países muito desenvolvidos, que tem como uma das causas a impermeabilização excessiva do solo. No Barcelona, 20% da área é permeável.

“O investimento para instalação da estação de tratamento de esgotos tem um valor relativamente baixo, na proporção do custo total da obra. Fizeram bem os empreendedores em tomar essa decisão. Quem vier morar aqui estará com a consciência tranquila de que está contribuindo de forma significativa para a melhoria do meio-ambiente”, comenta.

Todas essas preocupações ambientais fazem sentido se for considerado que o empreendimento fica a poucos metros do Bosque Maia. “É uma questão de coerência: o condomínio está ao lado de um espaço totalmente arborizado, que a população frequenta para conviver com a natureza. Nada mais lógico que dotar essa nova área residencial de atributos que combinem com esse pulmão verde que está aqui ao lado e que quebra o tom cinzento que há em muitas partes de Guarulhos”, defende.

Há de se presumir que quem adquire um apartamento em um edifício como esse já tem uma boa base de conhecimento sobre a importância de defender o meio ambiente. Ainda assim, o projeto prevê um programa de Educação Ambiental dos moradores, para que conheçam tudo que o edifício oferece em termos de sustentabilidade e de que forma podem participar e contribuir para o melhor funcionamento e aproveitamento.

Alguns dos predicados do projeto:

  • Tratamento de todo o esgoto gerado pelo prédio
  • Sistema de reúso de água
  • Aproveitamento da água da chuva
  • Lâmpadas Led em todas as áreas comuns
  • Captação de energia solar para alimentar a iluminação das áreas comuns
  • Aquecimento de água
  • Horta comunitária e compostagem
  • Coleta seletiva
  • Churrasqueira verde
  • Bicicletário coletivo
  • Educação ambiental dos moradores
  • IPTU Verde: menos imposto para as unidades
  • Elevador com geração de eletricidade