Instituição Remar pede ajuda para continuar atendimento social

 

A Remar Brasil, instituição que atende dependentes químicos e presta assistência a pessoas em situação de rua, está com sérias dificuldades para manter suas atividades, pois caíram significativamente as doações que recebe nos cruzamentos de vias públicas.

Em contato com o Click Guarulhos, o reverendo Bruno Ribas comentou sobre o difícil momento da instituição. “A comida começa a ficar baixa, tivemos de encerrar a atividade do restaurante solidário, onde entregávamos gratuitamente 200 almoços, de segunda a sexta-feira, pois temos de preservar alimentos para as casas que mantemos”, afirmou. Segundo ele, as únicas doações que têm continuado são as de pães, como as que são feitas por padarias.

Parte da renda da Remar vem dos bazares de móveis, eletrodomésticos e utensílios, que são doados pela população. Um deles fica na rua Padre João Álvares, na Vila Galvão. Devido ao necessário isolamento das pessoas em suas residências, esse movimento também caiu.

Ribas cogita que não se consiga manter o fornecimento de refeições aos mais de 400 internos no estado de S.Paulo. Em todo o Brasil são muitos mais. Ele apela à sensibilidade das pessoas para que efetuem depósitos na conta de Remar: Banco Santander (033), agência 2154, conta 13.000.104-5. O CNPJ é 39.509.245/0003-46.

Doações de cestas básicas e alimentos em geral também serão muito bem-vindas. Contatos podem ser feitos pelo telefone/WhatsApp 94027-7179.