Guti estranha critérios do governo estadual para liberar a Capital a iniciar reabertura

 

Indagada pelo Click Guarulhos sobre qual atitude a Administração Municipal de Guarulhos tomará mediante as medidas anunciadas nesta quarta-feira, 27/5, pelo governo estadual, a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Guarulhos assim se manifestou:

“Em relação ao anúncio do Governo do Estado, sobre a flexibilização das regras da reabertura da economia em São Paulo, o prefeito de Guarulhos, Guti (PSD), recebeu com estranheza os critérios utilizados para liberar apenas a Capital, em detrimento dos demais municípios da Região Metropolitana. Ele informa que Guarulhos apresenta índices de casos confirmados e mortes, proporcionais à população, muito inferiores aos registrados em São Paulo. Também entende que a capital não obedece a todos os critérios estabelecidos para ser incluída entre as cidades com reabertura imediata. Lembra, inclusive, que Guarulhos contava com um plano de flexibilização, cuja segunda fase se iniciaria em 8 de maio passado, mas que não foi colocado em prática para respeitar a orientação do Estado para que todos os municípios da RMSP atuassem em bloco. A Prefeitura de Guarulhos, respeitando o princípio de defesa da vida, deverá anunciar até a próxima sexta-feira, dia 29, quando vence o decreto em vigor em relação à quarentena, as novas regras de reabertura da economia local. Em paralelo, em que pese os altos índices de ocupação de leitos médicos, a Secretaria Municipal de Saúde anunciará o incremento de novos leitos de UTI voltados ao atendimento de pacientes com coronavírus.”

OPINIÃO

Em nosso entendimento, a autorização para reabertura dos shopping centers e outros estabelecimentos na cidade de São Paulo, enquanto permanece restrito o funcionamento nos demais municípios da Região Metropolitana, levará consumidores dessas outras cidades, inclusive de Guarulhos, a se deslocarem à Capital, prejudicando o isolamento social que se pretende manter em níveis recomendáveis pelas autoridades da Saúde. Trata-se, portanto, de uma decisão equivocada do governo estadual em nossa opinião.

Valdir Carleto