Prefeitura de São Paulo afirma que há 804 pacientes sendo atendidos no Anhembi

 

Em defesa divulgada pela Prefeitura de São Paulo, a respeito das denúncias feitas via redes sociais na quinta-feira, 4/6, por deputados estaduais, a gestão Bruno Covas afirma que o hospital de campanha instalado no Parque Anhembi está com 804 pacientes sendo atendidos e que há outros 55 aguardando transferência para lá. Ao todo, 3.700 pessoas já teriam sido tratadas ali e 2.800 delas tiveram alta.

O secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, disse que irá registrar queixa-crime contra os deputados, que teriam desrespeitado funcionários e pacientes. Segundo ele, o grupo invadiu o recinto, o que é contestado por eles, que teriam sido autorizados a entrar pela Iabas, a organização social que administra o local.

Aparecido alega que as alas vazias estão sendo preparadas gradativamente, para atender à medida das necessidades. “Não faz sentido pagar recursos humanos para atuar enquanto a demanda está sendo atendida nas alas que estão prontas”, afirmou.

Dados da Secretaria dão conta de que no hospital improvisado no Anhembi já houve 82 altas e oito pacientes que ali estiveram sendo tratados foram transferidos para outras unidades.

O grupo denominado “PDO – Parlamentares em Defesa do Orçamento” tem visitado unidades de várias cidades e denunciado as irregularidades ou precariedades que encontram.


(foto: reprodução da internet)