Brasil tem muito mais óbitos por milhão de habitantes do que os países vizinhos

 

Enquanto o Brasil tem 320 óbitos por covid-19 a cada milhão de habitantes, países vizinhos, como Paraguai, Uruguai, Venezuela e Argentina têm muito menos.

Em número absoluto de casos e de mortes, o Brasil é o que tem a mais grave situação entre todos os países, exceto os Estados Unidos.

Na proporção da população, entretanto, é o 15o. país do mundo. Na América do Sul, o índice de mortes por habitantes só é maior no Chile, com 344 óbitos a cada milhão, e no Peru, com 338 óbitos por milhão.

Todos os demais têm números menores. O que mais se aproxima é o Equador, com 276 mortes a cada milhão de habitantes.

Na Argentina, onde a quarentena foi aplicada com rigor desde o início da pandemia, incluindo o fechamento de fronteiras e dos aeroportos, o índice de 37 mortes por milhão de habitantes.

No Uruguai, o índice é ainda menor: 8 mortes por milhão. No Paraguai, 3 mortes por milhão. Lá, verificou-se que boa parte dos 2.554 casos registrados foi de pessoas que chegaram ao país oriundas do Brasil.

Na Venezuela, foram registrados 7.693 casos e apenas 71 mortes, índice de duas mortes para cada milhão de habitantes. Porém, recaem sobre o governo de Nicolás Maduro suspeita de esconder a realidade dos números. Um dos organismos que levantam essa questão é a Human Rights Watch, entidade de direitos humanos.

Dados desta quarta-feira

O Brasil registra nesta quarta-feira, 8/6, 1.716.196 casos confirmados de covid-19, com 68.055 mortes causadas pela doença. O total de pacientes recuperados é de 1.117.922 e o dos que continuam em tratamento, 530.219.

O mundo todo soma 12.155.055 casos confirmados e 551.167 óbitos. O total de pacientes recuperados é de 7.023.927 e o dos que continuam em tratamento, 4.579.961.