TJ suspende obrigatoriedade de colocar 100% da frota de ônibus em circulação

 

Havíamos noticiado que o Tribunal de Justiça determinara que a Prefeitura de Guarulhos colocasse em circulação 100% da frota de ônibus nas linhas municipais e que o Município iria cumprir a decisão até o dia 10 de julho.

Porém, a Prefeitura recorreu e esclarece que o desembargador Francisco Pinheiro Franco, presidente do Tribunal de Justiça, decidiu no dia 6 de julho (segunda-feira) suspender os efeitos da medida liminar que havia determinado a retomada integral da frota do transporte público coletivo em Guarulhos.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, o presidente do TJ aponta que inexiste omissão a ser imputado ao município de Guarulhos.

“As empresas de ônibus responsáveis pelas linhas mostraram que até a segunda quinzena de junho a pandemia levou a uma diminuição média de 61,17% no número de passageiros semanais. Mesmo com a redução superior a 60% no número de passageiros, as empresas de ônibus mantêm neste momento 65% da frota em operação, o que, na prática, representa uma oferta de veículos maior do que ocorria na operação com frota total de antes do início da pandemia. Saliente-se que, em horários de maior movimento, há reforço da frota nas linhas com mais demanda de passageiros”, diz a nota, em resposta a questionamento enviado pelo Click Guarulhos.

O que dizem os usuários

Praticamente todos os comentários de usuários nas redes sociais, quando noticiamos que a frota total seria colocada em circulação, foram de queixas quanto ao número de coletivos de que dispõem. Muitos citaram as linhas que utilizam e o tempo que têm de aguardar a chegada do ônibus.

Outros relataram a superlotação e a dificuldade de manter o desejado isolamento para evitar a contaminação pelo vírus. A fotografia ao lado, enviada por internauta, ilustra bem a situação enfrentada pelos passageiros.

O mesmo problema ocorre nas linhas intermunicipais, gerenciadas pela EMTU (estadual), o que foi agravado pela eliminação de cinco linhas que ligavam Guarulhos à capital paulista.