Festas noturnas com aglomeração geram queixas no Centro de Guarulhos

 

Nos últimos fins de semana têm sido mantidas festas noturnas em um deque, construído no espaço anexo a um estacionamento na avenida Salgado Filho, com entrada também pela rua José Possenti, no Centro de Guarulhos.

O vizinho Sérgio Brisola já teve de chamar a Polícia para intervir por três vezes, pois há aglomeração, muitas pessoas conversando em voz alta, bebendo, fumando e dançando, além de som elevado até a madrugada. Segundo ele, que já registrou Boletim de Ocorrência, quando a PM chega ao local é determinado que a festa seja encerrada e o som, desligado. Porém, até que os frequentadores efetivamente saiam e cessem o barulho, já são 4h, impedindo que quem mora nas proximidades consiga dormir.

A queixa registrada é de perturbação do sossego e aglomeração durante a pandemia com pessoas sem usar máscara. Segundo o reclamante, as festas seriam clandestinas, pois não haveria alvará de funcionamento para essa atividade.

Ele enviou fotos e vídeos do que ocorreu entre sábado, 1 e domingo, 2/8 (abaixo). Na noite de sexta-feira, voltou a ocorrer.

Pelas regras da quarentena decretada no estado de São Paulo, eventos do tipo estão proibidos; a mais recente edição do decreto estipula validade até 10 de agosto.

A demanda será encaminhada à Prefeitura, para que a SDU (Secretaria de Desenvolvimento Urbano) verifique se há alvará para a atividade no local e, ainda que a respostas seja positiva, para tomar providências para que as regras da quarentena sejam obedecidas.



Outro lado



O Click Guarulhos entrou em contato com a proprietária do imóvel, Shinobu Augusta Senday, que se prontificou a tomar providências para que não volte a ocorrer. Alega que alugou o espaço para uma empresa de eventos e que, infelizmente, a situação parece ter saído do controle. Ela ficou de informar contato do proprietário para que pudéssemos ouvir os argumentos dele. Após duas horas, não havia fornecido o contato.