Inaugurado o gigante Smart Outlets em Guarulhos

 

Foi inaugurado em Guarulhos, nesta sexta-feira, 4/9, o Smart Outlets, empreendimento que tem em sua primeira fase 90 lojas e 30 quiosques distribuídos em 20 mil metros quadrados da ABL (Área Bruta Locável) em um terreno de 200 mil metros quadrados.

Na primeira etapa, cerca de 80% dos espaços foram comercializados e a meta é atingir 70 mil metros quadrados de ABL no prazo de três anos. O empreendimento foi desenvolvido pela Iron Capital, segundo o qual sua chegada vai gerar 2.500 empregos diretos e indiretos na região.

Está localizado na rodovia Presidente Dutra, km 214, na pista sentido Rio de Janeiro, entre Cumbica e Bonsucesso, ao lado do antigo centro de distribuição da Riachuelo, a cerca de 15 minutos do Centro de Guarulhos e a menos de 10 minutos do Aeroporto.

Conta com 2.250 vagas de estacionamento.

Lojas

Marcas presentes: Acostamento, Adji, Altenburg, Audithorium, Bagaggio, BobStore, MCD, Carmen Steffens, Chelson bolsas, ChilliBeans, Crawford, Crocs, Duda Outlet,  Ellus, Emporionaka, Flan, Flow, Hurley,  Green Moda, Jocar Acessórios, New Era, Nina Basics, KVRA, OAKBarry,  Penalty, Polo Play, Wrangler, Remo Fenut, Richards, Salinas, Siberian & Crawford, Silvana Cecilio, SportBras, Spot Shoes, TNG, TIP TOP, Tramontina, VR e VestCasa.


Praça de alimentação

A praça de alimentação localizada na área interna do mall irá reunir diversos restaurantes e fast foods, como: Burger King, McDonald’s, Burger Joint, The Steak Factori, Cuor Di CremaCervejaria Madalena, Griletto, Mit BAR-B-Q Restaurante , Nutty Bavarian, Prime Doce de Leite, Kopenhagen, entre outros.

Por enquanto, no entanto, são poucos os que já estão em funcionamento na praça de alimentação. Na área externa, há um espaço com food trucks, com mais algumas opções.

Parques temáticos

Além do centro de compras e alimentação, o novo outlet terá dois parques temáticos, que ainda não estão em plenas condições de funcionamento.

  • Smart Farm – uma minifazenda com mais de 50 mil metros quadrados e cerca de 400  animais. Desenvolvida em parceria com um dos mais reconhecidos adestradores de animais do país, Gilberto Miranda, o espaço contempla também um restaurante e lojas tematizadas.
  • Smart Park – espaço voltado ao público jovem, com 12 mil metros quadrados, contendo atrações como kart, paintball, escape, airsoft, realidade virtual e salão de festas.
  • Observação: Está faltando sinalização que indique onde estão situados os parques temáticos.

Paisagismo e meio ambiente

O Smart Outlets possui uma área verde com mais de 3 mil árvores adultas e catalogadas. Informe do empreendimento afirma que haverá gestão eficiente no uso dos recursos naturais, incluindo paisagismo com baixo consumo de água, iluminação à base das econômicas lâmpadas de LEDs e coleta seletiva e separação de resíduos para reciclagem. Um dos destaques do projeto é a instalação do sistema de ar-condicionado em todos os corredores cobertos, o que o torna totalmente climatizado.

Projeto

O projeto é assinado por  Jayme Lago Mestieri, um dos mais respeitados arquitetos do país, com mais de 10 anos de experiência desenhando plantas para o segmento de shoppings centers. Na sua visão, o empreendimento terá diversas opções em lazer, com corredores climatizados e cobertos cercado de muito verde e paisagismo.

Festival Drive-in

Para celebrar a inauguração do Smart Outlets, está sendo montado no estacionamento o Circo Spacial, que apresenta ao público o Festival Drive-in, com música, dança, teatro e artistas de circo (malabaristas, contorcionistas, acrobatas, trapezistas e os eternos palhaços).

Medidas preventivas

De acordo com a determinação do Governo de São Paulo, por causa da pandemia do coronavírus, o horário de funcionamento do Smart Outlets será das 12h às 20h, de segunda a domingo. Para receber o público, o Shopping afirma que adotou um rígido protocolo de segurança sanitária, respeitando a lotação de até 20% da capacidade do local, que inclui a instalação de dispositivos com álcool em gel em diversos pontos do empreendimento, reforço de assepsia em todas as dependências e uso obrigatório de máscara de proteção. Também foi implementada a aferição de temperatura de colaboradores e visitantes nas portarias do shopping, demarcação no piso para que eventuais filas respeitem o distanciamento mínimo, e aumento da distância entre as mesas da praça de alimentação.

Falhas a corrigir

Rua interna de acesso aos estacionamentos

Nossa reportagem chegou ao local às 14h25 e os orientadores indicavam aos motoristas seguir a rua interna para cima, pois as vagas próximas estavam todas ocupadas.

Como a área é imensa, só foi possível estacionar em local bem distante da entrada. Em nenhum momento foi vista indicação de vagas destinadas a idosos ou pessoas com alguma deficiência.

Apenas ao sair, foram localizadas as vagas para esses grupos, todas vazias, exatamente por não haver a adequada sinalização.

Quanto às medidas de prevenção à covid-19, havia inúmeros frequentadores sem máscara e o corpo de seguranças insuficiente para determinar que as colocassem, além de diversas pessoas com crachá da administração que também estavam sem máscara. A aferição de temperatura estava sendo feita corretamente, assim como colocados nebulizadores em todas as entradas, para higienização do público.

Necessidade de mais marcas

Como é um novo empreendimento, é natural que faltem mais marcas expressivas, que atraiam um público maior. Gradativamente, é possível que outras agreguem ao Smart e motivem mais pessoas a frequentá-lo, além da curiosidade inicial.

Quanto aos preços praticados, do que foi possível ver em nossa breve visita, não havia nada de tão especial para ser convidativo por esse fator.

Falta treinamento

Entre dez pessoas a serviço do Outlet às quais foram feitos pedidos de alguma informação, apenas duas souberam responder alguma coisa. Uma delas nos indicou um rapaz que seria da Assessoria de Imprensa, mas ele disse que as pessoas da área já tinham ido embora às 15h. Outro, no estacionamento na área dos fundos, soube informar onde ficam os parques temáticos, já que não há placas indicativas. É perceptível que não houve treinamento adequado do pessoal.

Problema de difícil solução

A localização é ótima para quem está de passagem pela rodovia Presidente Dutra e quer dar uma parada para conhecer um lugar bastante amplo e agradável, descansar um pouco antes de seguir viagem, ou para fazer uma refeição, quando a praça de alimentação dispuser de mais opções.

No entanto, para a população de Guarulhos ou para quem esteja no Aeroporto, é muito fácil chegar, mas bastante difícil retornar. Do Centro de Guarulhos até o Smart, não demorou mais de 15 minutos.

Porém, para retornar, perdemos uma hora e meia, porque praticamente a única opção é seguir por 5 km pela via Dutra até o famigerado trevo de Bonsucesso, totalmente congestionado.

É absurdo que cinco gestões municipais seguidas não tenham conseguido concluir aquele trevo. Absurdo também o traçado atual, que obriga correntes diferentes de tráfego a passar pelo mesmo local, concentrando veículos que poderiam passar por diferentes pistas. Sabe-se que há entraves burocráticos, questões judiciais que impedem a desocupação de espaços necessários à conclusão da obra, mas nada justifica que tanto tempo seja perdido ali diariamente por tantas pessoas.

A rigor, um empreendimento como o Smart Outlets não poderia ser autorizado a inaugurar antes que ficasse pronta a passagem sob a via Dutra, alguns metros à frente, onde está prevista a interligação com a avenida Jacu-Pêssego. Ainda que seja inviável fazer as pistas ligando à avenida paulistana, a travessia sob a rodovia já deveria ter sido feita há muito tempo.

A única outra opção seria trafegar por dentro de diversos bairros da região até chegar à rodovia Ayrton Senna ou, ainda mais complicado, atingir a Cidade Satélite de Cumbica por um traçado viário pouco conhecido pela população.

Mesmo para os moradores dos bairros da região será complicado utilizar o novo empreendimento, que em boa hora chega à cidade, devido às poucas alternativas de acesso e de retorno.

Alvará de funcionamemento


O Click Guarulhos está encaminhando à Secretaria de Desenvolvimento Urbano, por meio da Assessoria de Imprensa, questionamento sobre haver ou não alvará de funcionamento do Smart Outlets, tendo em vista que é notório que há muitos detalhes a serem resolvidos para que esteja em plenas condições de receber público numeroso, a começar pela falta de sinalização indicativa das vagas de estacionamento para idosos e pessoas com deficiência.

A Assessoria de Imprensa do empreendimento respondeu: “A direção do Smart Outlets informa que o empreendimento possui alvará de funcionamento incluindo a área de estacionamento do shopping por parte da Prefeitura de Guarulhos. Esclarece ainda que o Smart Outlets também possui o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB)”.

Conclusão

Louve-se a iniciativa dos empreendedores. A área é excelente e a estrutura geral muito bem planejada. A presença da minifazenda e do parque temático deve converter-se em atrações que somarão muito ao Smart.

No momento que o mundo vive, investir em uma empreendimento desse porte é algo digno de elogios, até pela ousadia. Guarulhos merece muito receber algo assim, a população da região é muito carente de equipamentos de lazer e, com o tempo, devem surgir soluções para os problemas apontados e a cidade ainda há de orgulhar-se muito do Smart Outlet.

Talvez tenha faltado um pouco mais de paciência, para que não tivesse havido as falhas internas apontadas, e faltado diálogo com as autoridades locais e federais, para que as questões de tráfego fossem providenciadas antes da inauguração.

Vamos torcer pelo sucesso do empreendimento e que muitos outros empregos, diretos e indiretos, possam ser gerados em breve.

Fica aberto o espaço para a manifestação da administração do Smart se assim o desejarem.

Valdir Carleto