sábado, 27 novembro 2021
- PUBLICIDADE -
InícioDESTAQUEEscolas públicas e particulares reabrem em SP para aulas de reforço

Escolas públicas e particulares reabrem em SP para aulas de reforço

As escolas de ensino fundamental, médio e infantil, públicas e particulares estão autorizadas para reabertura hoje (7) no estado de São Paulo para atividades de reforço. Mesmo assim os alunos não são obrigados a comparecer às aulas presenciais, que serão retomadas gradualmente.  A medida atinge 13,3 milhões de alunos do estado. Alunos e professores dos grupos de risco para o novo coronavírus deverão ser poupados, permanecendo em casa.

O retorno às aulas foi planejado com base no Plano São Paulo de retomada econômica do estado. O Plano São Paulo é dividido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (Vermelho) a etapas identificadas como controle (Laranja), flexibilização (Amarelo), abertura parcial (Verde) e normal controlado (Azul).

Para que haja retorno às aulas presenciais, todo o estado paulista precisa estar na Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo: 80% das regiões precisarão estar há 28 dias nessa fase e, o restante, há pelo menos 14 semanas nessa etapa.

De acordo com o governo estadual, na primeira etapa, até 35% dos alunos poderão voltar às aulas presenciais, respeitando o distanciamento de 1,5 metro entre eles, com o restante dos alunos em aulas remotas e online. Essa medida deve ser adotada em forma de rodízio.

As aulas presenciais na rede estadual de São Paulo estão suspensas desde o dia 23 de março como medida de controle à propagação do novo coronavírus. Atualmente, as aulas das escolas estaduais acontecem de forma remota e online, transmitidas por meio do aplicativo Centro de Mídias SP (CMSP), plataforma criada pela secretaria de Educação durante a pandemia do novo coronavírus. Ela também é transmitida por meio dos canais digitais na TV 2.2 – TV Univesp e 2.3 – TV Educação.

Inicialmente, a previsão do governo paulista era de que as aulas presenciais na rede de ensino do estado voltariam a partir do dia 8 de setembro, desde que todo o estado estivesse há 28 dias na Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo. Esse anúncio foi feito no dia 24 de junho. Depois, na edição do decreto, em julho, o governo recuou, anunciando que o novo requisito era que todo o estado estivesse na Fase Amarela, mas apenas 80% das regiões precisariam estar há 28 dias nesta fase.

O governo também determinou que cada município tenha autonomia para decidir sobre a volta às aulas e disse que trabalha em conjunto com as administrações municipais.

*Com informações da Agência Brasil

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,491SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Câmara aprova MP que cria o Auxílio Brasil; texto vai ao Senado

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (25) a medida provisória (MP) que cria o Auxílio Brasil, programa social do governo federal que substituiu o...

Projeto no CEU Continental promove visibilidade à cultura negra por meio de oficinas

Com o objetivo de disseminar a representatividade e o conhecimento da cultura afro-brasileira no mês da Consciência Negra, o coletivo Pretos em Conexão apresenta...

Grupo Populacho estreia série livremente baseada em Shakespeare

Sonho de uma Noite de Verão, de William Shakespeare, inspira o primeiro de quatro episódios do projeto Sombra & Fúria, curtas-metragens baseados nas obras...

Manutenção da Sabesp deixa Parque Continental sem água nesta terça

Manutenção emergencial no sistema de bombeamento de água, que teve de ser feito pela Sabesp nesta terça-feira, 23/11, está prejudicando o abastecimento de água...

Recadastramento de servidores contribuintes do Ipref é totalmente confiável e vai até 28 de...

O Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos Municipais de Guarulhos (Ipref) anunciou no último dia 16 o censo cadastral, que exige o recadastramento dos...