Apuração encerrada: Guti reeleito com 57,83% dos votos válidos

e-Título é um aplicativo móvel para obtenção da via digital do título de eleitor
 

Com alto índice de abstenção, o segundo turno da eleição em Guarulhos teve 665.032 votos no total, dos quais 565.485 válidos. Os votos nulos somaram 70.421 e os brancos 29.126.

O atual prefeito, Gustavo Enric Costa, o Guti (PSD) teve 327.022 votos, alcançando 57,83% dos votos válidos. O ex-prefeito Elói Pietá (PT) teve 238.463, o que corresponde a 42,17% dos votos válidos.

A diferença entre os dois candidatos foi de 88.559, inferior, portanto, à soma dos brancos e nulos, 99.547 votos.

A coligação que levou Guti ao segundo turno foi composta pelos seguintes partidos, além do PSD: Cidadania, Republicanos, MDB, Podemos, PSC, PTC, PSB, PSD e Patriota. No segundo turno, ele recebeu apoio do ex-candidato a prefeito pelo PROS, Eduardo Barreto, e da direção do PSL, que no primeiro turno esteve com a tucana Fran Corrêa. Reeleita pelo PSDB, a vereadora Carol Ribeiro passou a apoiar Guti no segundo turno.

A coligação que levou Elói Pietá ao segundo turno foi composta pelos partidos Rede e Solidariedade, além do PT. No segundo turno, ele recebeu apoio do PSOL, do PV, do PDT e do PCdoB.

A campanha no segundo turno foi marcada por acusações de parte a parte, incluindo recursos à Justiça Eleitoral. Guti obteve direito de resposta no Facebook da campanha do PT e a apreensão de folhetos de Pietá com acusações a sua gestão. A coligação de Pietá obteve da Justiça Eleitoral o direito de ter acesso aos formulários das pesquisas do Ibope e da Real Time Big Data, que apontavam a vitória de Guti. A pesquisa do instituto Gov Net, encomendada pelo PT e que indicava vitória de Pietá, não chegou a ser contestada pela coligação de Guti.

PESQUISAS: QUEM ERROU E QUEM ACERTOU

A pesquisa Gov Net, contratada pela campanha de Pietá, apontava que ele teria 36,72% dos votos gerais no segundo turno, enquanto Guti teria 29,87%. A margem de erro era de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. Guti teve 49,17% dos votos totais e Pietá, 35,86%. O erro foi, portanto, bem superior à margem prevista na pesquisa.

O Ibope, em pesquisa contratada pelo Sincomércio, apontava que Guti teria 46% dos votos gerais, enquanto Elói Pietá teria 36%. O resultado de Guti foi melhor, 49,17%, no extremo da margem de erro, que era de 3 pontos. O índice obtido pelo petista foi praticamente o cogitado pelo instituto.

O Real Time Big Data, em pesquisa encomendada pela TV Record, apontava que Guti teria 47% dos votos gerais e Elói Pietá, 36%. Entre votos válidos, Guti teria 57% e Pietá, 43%, percentuais muito próximos do resultado oficial: 57,83% x 42,17%. Foi essa, portanto, a pesquisa que mais perto chegou do resultado das urnas.

Dias antes, o instituto Paraná havia chegado perto:
Considerando os votos totais, Guti (PSD) teria 48,6%, contra 33% de Elói Pietá (PT). Brancos e nulos somariam 11,8%, enquanto 6,6% disseram não saber ou não responderam. Sobre os votos válidos, o Paraná previu que Guti teria 59,6% e Pietá 40,4%. A diferença se situou bem dentro da margem de erro.