Mundo soma 90 milhões de casos de covid e caminha para 2 milhões de mortes

 

O mundo todo atingiu neste sábado, 9/1, 90.045.228 casos confirmados de covid-19, com 1.933.467 mortes atribuídas à doença. O total de pacientes recuperados é de 64.445.630 e há 23.666.131 pacientes em tratamento.

O maior número de casos confirmados em um dia foi registrado na quinta-feira, 7/1: 833.911. O recorde diário de mortes foi em 30/12: 15.220. Na sexta-feira, 8/1, foram 14.948 óbitos.

O Brasil contabiliza 8.075.998 casos confirmados, 202.657 mortes, 7.144.011 recuperados e 729.330 casos ativos.

No total de casos, o Brasil é o terceiro; os EUA continuam com o maior número, seguidos pela Índia. No triste ranking do número de óbitos, o Brasil é o segundo; EUA o primeiro. A Índia, terceira em número de mortos, tem bem mais recuperados do que o Brasil – mais de 10 milhões – e um número muito menor de pacientes em tratamento: 224.910.

Em casos ativos, a situação é mais dramática nos EUA, no Reino Unido e na França, respectivamente com quase 9 milhões de pacientes em tratamento, 1,5 milhão e 2,5 milhões.

Na proporção da população, entre os países mais atingidos, o índice maior é da Bélgica, com 1.721 mortes a cada milhão de habitantes; Itália, com 1.298; Reino Unido, 1.188 e França, 1.034. O Brasil registra 950 óbitos a cada milhão de habitantes.

O Brasil está entre os países que, proporcionalmente, menos testes aplicaram na população: 28 milhões, ou 134 mil para cada milhão de habitantes.

Os gráficos mostram que o mundo está vivendo os piores dias desde o início da pandemia.




Os dados são do site https://www.worldometers.info/coronavirus/