Covid: A cidade de São Paulo já vacinou 1/3 dos idosos com mais de 90 anos

 

Cerca de um terço dos idosos com mais de 90 anos da capital paulista já foram vacinados contra a Covid-19 no primeiro dia de imunização, informou a Prefeitura de São Paulo neste sábado (6). Devido a agilidade, gestão confirmou que maiores de 85 anos começarão a ser vacinados no dia 15 de fevereiro na cidade.

A vacinação deste público na capital teve início nesta sexta-feira (5) e foi marcada por emoção e alívio entre parentes e idosos vacinados. Na UBS da Vila Prudente, os idosos foram recebidos com um cartaz que celebrava a data: “O dia da esperança chegou”, e, na UBS Santo Amaro houve quem ganhasse a vacina de presente de aniversário.

O primeiro dia terminou com 12.914 imunizados contra a Covid-19, um terço do público esperado, que soma 32.837. Com isso, a cidade chega a um total de 202.554 mil pessoas imunizadas.

A imunização desta faixa etária de 90 anos deve se estender até o dia 15 de fevereiro, quando os maiores de 85 anos também poderão começar a ser vacinados. A segunda dose para os idosos com mais de 90 anos começa a ser aplicada em 20 de fevereiro.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

A vacinação segue neste sábado em todas as 87 Unidades Básicas de Saúde (UBS) integradas com AMAs (Assistência Médica Ambulatorial) da cidade. As doses estarão disponíveis entre as 7h e as 19h.

Nos dias de semana, o atendimento vai acontecer em todas as 468 UBS, das 7h às 19h.

A Prefeitura também começou a vacinação domiciliar para a mesma faixa etária de pessoas que têm restrição de mobilidade, e na segunda-feira (8) serão abertos os cinco locais para atendimento em que os idosos poderão ser vacinados sem sair do carro, no sistema drive-thru. O serviço vai acontecer de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h:

  • Estádio do Pacaembu, na Praça Charles Miller;
  • Estádio Neo Química Arena (Corinthians);
  • Autódromo de Interlagos; – Rua Jacinto Júlio, portão EHN;
  • Anhembi – Rua Olavo Fontoura – Portão 38;
  • Igreja Boas Novas – Rua Marechal Malet, 611 – Vila Prudente, na Zona Leste de São Paulo.
  • Também na segunda-feira, quatro centro-escolas também vacinarão, nos mesmos horários das UBSs, de 7h às 19h:
  • Centro-Escola Barra Funda
  • Av. Dr. Abrahão Ribeiro, 283
  • Centro-Escola Vila Mariana
  • Rua Ambrosina de Macedo, 94
  • Centro-Escola Geraldo de Paula Souza
  • Av. Dr. Arnaldo, 925
  • Centro-Escola Samuel Barnsley Pessoa – Butantã
  • Av. Vital Brasil, 1.490

Cadastramento

Para agilizar o atendimento e evitar filas, os idosos, seus familiares ou qualquer pessoa que integre o público previsto na campanha pode realizar o pré-cadastramento para a vacinação contra a Covid-19 no site Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br).

Entretanto, a população não deixará de ser vacinada por falta de cadastro. O secretário municipal da Saúde afirma que a ferramenta serve para facilitar o serviço dos profissionais de saúde.

“Ninguém deixará de ser vacinado porque eventualmente não se cadastrou, mas facilita o trabalho. Nos drive-thru, por exemplo, as equipes estarão com tablets e, já tendo cadastro no sistema, facilita”, disse Edson Aparecido.

Antecipação

Na capital, a data foi antecipada pela gestão de Bruno Covas. Inicialmente, a previsão do governo estadual era de que a vacinação desta faixa etária começasse em todo o estado apenas na segunda-feira.

De acordo com a prefeitura, a antecipação foi possível porque todas as UBSs da capital paulista já foram abastecidas com doses suficientes para atender este público.

Nas outras cidades do estado, permanece e a previsão de começar a vacinação na segunda.

Idosos vacinados

Segundo a Prefeitura, o município já vacinou 24.171 idosos, sendo 14.371 nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) e 9.800 institucionalizados em outros locais.

Na terça-feira (11) terá início a vacinação dos profissionais de saúde autônomos com idade acima de 60 anos.

“São os profissionais que têm consultório particular, que não estão dentro do sistema público ou privado do SUS. Na terça feira iniciaremos a vacinação desses profissionais nas UBS e drive-thrus”, explicou Edson Aparecido, secretário municipal da Saúde.

Vacinação no estado de São Paulo

O estado de São Paulo vacinou 662.338 pessoas contra a Covid-19, segundo balanço do “vacinômetro” da Secretaria Estadual de Saúde atualizado até as 21h desta quinta-feira (4).

Em São Paulo, a vacinação começou no dia 17 de janeiro com os profissionais de saúde. Também receberam as primeiras doses da vacina os indígenas, quilombolas e idosos que vivem em instituições.

Pelas regras do Plano Nacional de Imunização (PNI), o estado tem direito a cerca de 20% de cada remessa das vacinas que são liberadas para uso. A taxa é calculada pela proporção da população.