UBS Jardim Paulista irá auxiliar a UPA Paulista no atendimento de casos leves de covid

 

Como forma de reduzir a superlotação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Paulista, na região do Parque Continental, a UBS Jardim Paulista, localizada quase ao lado, está sendo adaptada para funcionar como retaguarda da UPA, no atendimento de casos menos graves de covid-19. O atendimento auxiliar se dará 24 horas por dia na UBS, assim como acontece na UPA.

Para permitir que isso se faça sem causar transtornos maiores aos pacientes, foi construída uma passagem coberta, ligando as duas unidades, passando sobre o leito da rua Nizal. Alterações no trânsito do Jardim Moreira foram necessárias, afetando o itinerário de diversas linhas de ônibus.

Outras adaptações

Embora sem confirmação oficial até o momento, apuramos com servidores que a Secretaria da Saúde pretende fazer operação semelhante na UBS Dona Luíza em relação ao PA Dona Luiza, bem como com o Ambulatório da Criança, para dar retaguarda ao HMCA; e O Cemeg (Centro de Especialidades Médicas), situado na Vila Augusta, para atender pacientes leves dos demais hospitais municipais. A dificuldade maior está em reunir pessoal especializado suficiente para colocar esses outros três equipamentos em funcionamento 24 horas.

Fake News, mas nem tanto

Diante de informações de que as UBSs em geral deixariam de vacinar as pessoas para atender casos de covid, a Prefeitura divulgou no fim de semana uma arte virtual, afirmando que era falsa a informação de que UBSs seriam utilizadas para atendimento exclusivo de casos de covid. Na verdade, não são todas as UBSs; apenas essas duas, que se situam praticamente juntas à UPA e ao PA aos quais darão retaguarda. As demais unidades continuarão empenhadas na vacinação.

Nota oficial da Prefeitura

Guarulhos remaneja atendimento de UBS para fortalecer assistência a pacientes em situação de urgência

Por conta do aumento expressivo pelos serviços de pronto-atendimento e, consequentemente, da lotação dos leitos disponíveis em razão do avanço da pandemia de Covid-19, Guarulhos decidiu utilizar algumas Unidades Básicas de Saúde (UBS) como retaguarda à rede de urgência e emergência. A partir desta segunda-feira (22) elas começaram a receber pacientes sem gravidade, mas que necessitam permanecer em observação após a classificação de risco e a avaliação médica.

A iniciativa, que pode ser estendida a outras unidades, visa a diminuir a sobrecarga nos serviços de pronto-atendimento neste momento crítico, permitindo, assim, à rede de urgência e emergência atender aos demais casos com maior agilidade. Inicialmente, a UBS Paulista ficará de retaguarda para a UPA Paulista e a UBS Dona Luiza para o PA Dona Luiza. Os atendimentos de rotina nessas unidades ficarão temporariamente suspensos, sendo que alguns deles foram remanejados para outras UBS próximas, conforme discriminado abaixo:

UBS JARDIM PAULISTA

•         Consultas e acompanhamento de pré-natal e pediatria: serão realizados na UBS Continental;

•         Consultas e acompanhamento de pré-natal de alto risco: serão realizados na UBS Vila Rio de Janeiro;

•         Dispensação de medicamentos psicotrópicos: será realizada na UBS Vila Galvão;

•         Entrega de insumos para pacientes acamados e insulinodependentes, coleta de exames laboratoriais, acompanhamento de pacientes com diagnóstico de tuberculose e clínica médica: serão realizados na UBS Palmira;

•         Vacinação contra Covid-19: será realizada na UBS Cambará.

UBS DONA LUIZA

•         Consultas e acompanhamento de clínica médica: serão realizados na UBS Mário Macca (Cumbica);

•         Consultas e acompanhamento de pediatria: serão realizados na UBS Jandaia;

•         Consultas e acompanhamento de pré-natal e de pacientes com diagnóstico de tuberculose: serão realizados na UBS Pimentas;

•         Entrega de insumos para pacientes acamados e insulinodependentes: serão realizados na UBS Cumbica I;

•         Exames laboratoriais: serão realizados na UBS Cumbica II.

•         Vacinação contra a Covid-19: será realizada na UBS Uirapuru.

“Pedimos a compreensão de todos e reiteramos a necessidade de engajamento de toda a população no enfrentamento da pandemia, seguindo os protocolos de segurança, como o uso de máscaras, a higienização das mãos e o distanciamento social”, destacou o secretário-adjunto de Saúde, Michael Rodrigues de Paula.