Estreia que fecha mostra de longas do Filme Possível propõe discussão sobre exclusão social

 

O Festival de Cinema “Filme Possível”, evento 100% online e gratuito viabilizado pelo Funcultura de Guarulhos e pela Lei Aldir Blanc, fecha sua mostra de longas-metragens com o filme “A Cidade é uma Só?”, na plataforma Vimeo, a partir das 19h desta quarta-feira, 21/04. A produção ficará disponível até o dia 28 de abril.

Após a estreia, na própria quarta, às 20h30, haverá uma live, no YouTube do festival, com o diretor, produtor e roteirista do longa-metragem, Adirley Queirós; o idealizador e curador do Filme Possível, o cineasta Guilherme Severo, além da participação da crítica de cinema Lorenna Montenegro. Este será o último dos sete longas exibidos gratuitamente pelo festival.

“A Cidade é uma Só?” (2011) propõe uma reflexão sobre Brasília, que, à época, havia acabado de completar 50 anos, com foco no processo permanente de exclusão territorial e social vivido por boa parte da população da capital federal e das cidades satélites em seu entorno.

O ponto de partida dessa reflexão é a chamada Campanha de Erradicação de Invasões (CEI), que, em 1971, removeu os barracos que ocupavam os arredores da então jovem Brasília. Tendo a Ceilândia como referência histórica, os personagens do filme vivem e presenciam as mudanças da cidade.

Premiações e festivais

O filme recebeu o Prêmio Especial do Júri, como Menção Honrosa de Melhor Filme, na Semana dos Realizadores (2011). Além disso, também foi eleito o melhor filme pela crítica na 15ª Mostra de Cinema de Tiradentes e no Fórum.doc de Belo Horizonte – ambos em 2012.

Fora do país, o longa foi exibido nos festivais: BACIFI – Buenos Aires Festival Internacional de Cinema Independente; World Cinema Amsterdã e INDIE BRAZIL, em Los Angeles. Todos realizados em 2012.

Além de “A Cidade é uma Só?”, Adirley Queirós também dirigiu “Branco Sai, Preto Fica” (2014), “Uma Dose Violenta de Qualquer Coisa” (2014) e Era Uma Vez Brasília (2017).

“É muito importante promover o debate sobre desigualdade social na capital federal, por meio do filme ‘A Cidade é uma Só?’, justamente, no dia em que Brasília completa 61 anos de sua fundação. Apesar de já ter uma década, a obra é bastante atual e reflete a realidade de diversas metrópoles brasileiras, como a de Guarulhos, por exemplo”, disse Guilherme. 

Serviço

“A Cidade é uma Só?”

- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,872FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,345SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Broca de obra cai em rua do Jardim Katia e assusta moradores

Moradores do Jardim Katia, região de Cumbica, levaram um grande susto neste sábado, dia 8, quando uma broca de perfuração de solo tombou, atingindo...

Universidade realiza testes rápidos de Covid-19 em Itaquaquecetuba

Na última quarta-feira, 28 de abril, começaram a ser realizados na Universidade UNIVERITAS Itaquaquecetuba testes rápidos de Covid-19 em pessoas sem sintomas. De acordo...

Tia Demi é uma mãe

A baiana Ademilde Vieira – a Tia Demi, que vive em Guarulhos há 35 anos, foi personagem da Weekend no Dia das Mães de...

Destroços do foguete chinês caem no Oceano Índico

Uma parte dos destroços do foguete chinês Longa Marcha CZ-5B caiu hoje (9) no Oceano Índico, a oeste das Ilhas Maldivas. As informações são...

CEUs de Guarulhos apresentam bate-papo com o músico Amauri Falabella na sexta-feira

Na próxima sexta-feira (7), às 19h, o músico, cantor e compositor Amauri Falabella participa de bate-papo virtual oferecido pelo Programa Escola 360, evento transmitido pelas...