quinta-feira, 24 de junho de 2021
InícioDESTAQUEMercado financeiro espera que taxa de juros Selic feche o ano em...

Mercado financeiro espera que taxa de juros Selic feche o ano em 5,50%

O mercado financeiro manteve a mesma projeção da semana passada para a taxa básica de juros, a Selic. Segundo o boletim Focus de hoje (10), pesquisa divulgada semanalmente pelo Banco Central (BC), com a projeção para os principais indicadores econômicos, a Selic deve terminar o ano de 2021 em 5,50%.   

Na semana passada, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) decidiu elevar a taxa em 0,75%, passando para 3,50% ao ano, conforme sinalizado pela diretoria do BC, em abril.

Para o fim de 2022, a estimativa é de que a taxa básica suba para 6,25% ao ano. E para o fim de 2023 e 2024, a previsão é de 6,5% ao ano.

O BC usa a Selic como principal instrumento para controlar a inflação. Quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, há reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança, desaquecendo a economia.

Inflação

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA – a inflação oficial do país) deste ano subiu mais uma vez. Passou de 5,04% para 5,06%. Foi o quinto aumento consecutivo na projeção.

Para 2022, a estimativa de inflação subiu de 3,6% para 3,61%. Tanto para 2023 como para 2024 a previsão para o índice é de 3,25%.

A projeção para 2021 está próxima do limite da meta de inflação que deve ser perseguida pelo Banco Central. O centro da meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 3,75% para este ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é de 2,25% e o superior de 5,25%.

PIB e câmbio

As instituições financeiras consultadas pelo BC elevaram a projeção para o crescimento da economia brasileira este ano de 3,14% para 3,21%. Para o próximo ano, a expectativa para o Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – passou de 2,31% para 2,33%. Em 2023 e 2024, o mercado financeiro projeta expansão do PIB em 2,5%.

A expectativa para a cotação do dólar passou de R$ 5,40 ao final deste ano para R$ 5,35. Para o fim de 2022, a previsão é de que a moeda americana fique em R$ 5,40. Em 2023 e 2024, a previsão é de que o dólar custe R$ 5,20 e R$ 5,10, respectivamente.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,372SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Inscrições para a IV Mostra Sesc de Cinema terminam em 30 de junho

As inscrições para aIV Mostra Sesc de Cinema, um dos principais canais de incentivo à produção audiovisual nacional, encerram em 30 de junho. Há...

ACE-Guarulhos promove live com Guilherme Afif, assessor do Ministério da Economia

A Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos (ACE-Guarulhos) vai promover uma live com o assessor do Ministério da Economia, Guilherme Afif Domingos, na próxima...

Inaugurada loja X Supermercados no Picanço

A 11a. loja da rede X Supermercados foi inaugurada neste sábado, pelos irmãos Silvio, Jevânio e José Nilton Alves, na avenida Dr. Timóteo Penteado,...

Transporte público de Guarulhos pode ter greve nesta segunda

Embora não tenha respondido pedido de informações enviado pelo Click Guarulhos, nem tenha explicitado em suas redes sociais, o Sincoverg - Sindicato dos Condutores...

Espanha retira obrigação de máscaras daqui a uma semana

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, anunciou hoje (18) que as máscaras vão deixar de ser obrigatórias fora de casa a partir de sábado, 26 de...