quarta-feira, 22 setembro 2021
InícioCANAISESPORTEAbertura das Olimpíadas destaca luta contra a pandemia e superação dos atletas

Abertura das Olimpíadas destaca luta contra a pandemia e superação dos atletas

Depois de um ano de adiamento, as Olimpíadas de Tóquio 2020 enfim começaram oficialmente nesta sexta-feira. Em uma cerimônia de abertura mais enxuta e sem público, o Japão encantou com uma mensagem de união, superação e esperança em tempos de pandemia de coronavírus. Até o dia 8 de agosto, os olhos do mundo se voltam para Tóquio e para as histórias de conquistas de 11 mil atletas.

As barreiras impostas pela Covid-19 foram lembradas, dos atletas que treinaram sozinhos em períodos de isolamento aos profissionais da saúde na linha de frente da pandemia. Receberam as devidas homenagens em uma festa restrita a cerca de mil convidados entre chefes de estados e membros do Comitê Olímpico Internacional (COI), mas transmitida para bilhões de pessoas ao redor do planeta. Houve um minuto de silêncio em memória das vítimas da pandemia.

Com tecnologia e uma mensagem de paz ao som do clássico “Imagine”, a cerimônia de abertura emocionou. Coube à tenista japonesa Naomi Osaka, a atleta mais bem paga da história em uma única temporada, acender a pira olímpica.

Show enxuto, mas tecnológico

O Japão teve de reduzir a dimensão da cerimônia de abertura, tanto para cortar custos como para evitar um surto de coronavírus. O número de bailarinos foi reduzido para 1.400 pessoas. Um show de luzes e tecnologia manteve o tradicional encanto da festa. Uma homenagem aos atletas que se superaram treinando em isolamento deu início à festa.

Um grande momento da festa foi a mensagem de união na diversidade dos povos. Pouco mais de 1.800 drones sobrevoaram o Estádio Olímpico e montaram um globo terrestre. Houve ainda uma homenagem a Yoko Ono e John Lennon com a canção “Imagine” sendo interpretadas por cantores dos cinco continentes, em uma mensagem de paz e união dos povos.

Mestre-sala e porta-bandeira do Brasil

Pela primeira vez o Brasil teve dois porta-bandeiras: Bruninho (campeão olímpico do vôlei) e Ketleyn Quadros (primeira brasileira a conquistar uma medalha olímpica, em Pequim 2008, no judô). Os dois puxaram uma delegação bem reduzida no Estádio Olímpico. Apenas dois membros do Comitê Olímpico do Brasil desfilaram, cumprindo o número mínimo exigido pelo COI. Ainda assim os dois medalhistas olímpicos fizeram festa e arriscaram alguns passos de samba, imitando um mestre-sala e uma porta-bandeira.

Para evitar o risco de algum atleta brasileiro pegar Covid, o COB vetou a participação dos pouco mais de 300 atletas do país participarem da abertura. No entanto, houve um desfile simbólico dos brasileiros na Vila Olímpica.

Parada das nações “mascaradas” (com exceções)

A máscara foi um item fundamental para todos na parada das nações. Como de costume, a Grécia, criadora das Olimpíadas na antiguidade, abriu o desfile das delegações. A equipe olímpica de refugiados foi a segunda delegação a desfilar. O Brasil foi o 151º país a entrar no Estádio Olímpico. A Rússia, punida por causa do escândalo de doping sistemático no país, desfilou com a bandeira olímpica. O anfitrião Japão fechou a parada das 206 delegações.

Pira Olímpica no “topo” do Monte Fuji

Uma versão do Monte Fuji foi colocada no Estádio Olímpico de Tóquio. No topo da réplica de quase 10m de altura (o Monte Fuji tem mais de 3.700m de altura), a pira olímpica foi projetada pelo artista Oki Sato para simbolizar o sol. A tenista japonesa Naomi Osaka acendeu a Pira Olímpica.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,440SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Saúde de SP: morte de adolescente em São Bernardo não tem relação com vacina

A Secretaria de Estado da Saúde concluiu nesta sexta-feira (17) o diagnóstico de doença autoimune em adolescente de 16 anos, que havia sido vacinada...

Emprego no comércio paulista registra a maior alta mensal desde novembro de 2020

O mês de julho registrou a maior evolução mensal absoluta, desde novembro de 2020, do mercado de trabalho celetista no comércio de São Paulo....

Fundo Social entrega 71 kits para mães na maternidade JJM

Nesta terça-feira (14) o Fundo Social de Solidariedade de Guarulhos entregou 71 kits para mulheres que deram à luz na Maternidade Jesus, José e Maria...

Feira de estágios começa nesta terça, 21 de setembro

A empregabilidade jovem sempre foi um desafio para o país e, por conta da crise do coronavírus, essa dificuldade se intensificou. Contudo, cenários mais...

Câmara apresenta recurso ao TRE para viabilizar Referendo sobre a Proguaru

O processo jurídico envolvendo a realização de um Referendo para decidir o futuro da Proguaru ainda não chegou ao fim. No dia 3 de...