quarta-feira, 22 setembro 2021
InícioDESTAQUEManifestações mobilizam capitais e Brasília neste 7 de setembro

Manifestações mobilizam capitais e Brasília neste 7 de setembro

Uma série de atos mobiliza as capitais brasileiras neste 7 de setembro, data em que o país comemora os 199 anos da Independência Brasileira em relação a Portugal.

Formadas principalmente por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), as manifestações desta terça-feira (7) ganharam força após embates do mandatário com o STF (Supremo Tribunal Federal). 

O Supremo, inclusive, se tornou o maior alvo dos atos após conflitos que os ministros Luís Barroso e Alexandre de Moraes tiveram nas últimas semanas com o presidente da República em referência ao voto impresso e o inquérito das fake news, respectivamente.

O próprio Bolsonaro participará dos atos. Ele já desfilou pela manhã em Brasília, na Esplanada, e depois partirá para a cidade de São Paulo, onde marca presença no protesto da avenida Paulista. Nas duas cidades a expectativa é de grandes concentrações ao longo de boa parte do feriado. 

Lideranças e políticos governistas também confirmaram os atos em outras diversas capitais brasileiras, do Norte ao Sul do Brasil.

Parte da oposição ao presidente também se mobiliza para atos na mesma data, o que preocupa autoridades policiais para possíveis conflitos. Na capital paulista, a oposição fará seu protesto no Vale do Anhangabaú, a cerca de 3 km de distância do ato governista. 

Dentro do grupo contrário a Bolsonaro, a tragédia causada pela pandemia de Covid-19, a inflação e o preço dos alimentos, gasolina e energia elétrica puxam os protestos contra o presidente e o governo atual.

A possibilidade de conflitos entre grupos rivais é monitorada pela polícia do Distrito Federal.

Celebrações da Independência

As celebrações pelo Dia da Independência não terão o tradicional desfile militar na Esplanada dos Ministérios. Em tempos de pandemia de Covid-19, a data está sendo comemorada com uma cerimônia de hasteamento da bandeira nacional no Palácio da Alvorada, com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

A cerimônia conta com a chegada de 18 paraquedistas, que pousarão no Palácio da Alvorada para entregar, ao presidente, a bandeira brasileira. Em seguida será executado o Hino Nacional, para o hasteamento da bandeira, seguido de uma salva de 21 tiros de canhão.

Ao final da cerimônia, a Esquadrilha da Fumaça fará uma apresentação nos céus da capital federal.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,441SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Gráfica tem vagas para trabalho presencial e remoto

A Printi, gráfica online especializada em produtos personalizados, está com vagas de emprego abertas para os cargos de Analista de Carreira e Remuneração e...

Prefeitura abre 200 vagas em cursos online para jovens de 15 a 29 anos

A Subsecretaria de Juventude (SJ) de Guarulhos, em parceria com a Universidade Cruzeiro do Sul, disponibiliza até o dia 4 de outubro as inscrições para 200...

Devolução do auxílio emergencial supera R$ 1 bilhão no IR 2021

A Receita Federal recebeu até agora 363.056 devoluções do auxílio emergencial, no valor total de R$ 1.085.009.884,87. Neste ano, foi obrigatória na declaração do Importo...

Aquecimento global: mudanças podem ser irreversíveis entre 2040 e 2050

A capacidade de adaptação dos países às mudanças causadas pelo aquecimento global pode acabar, caso as emissões de gases de efeito estufa não sejam...

Ministério da Saúde passa a não recomendar vacinação de adolescentes sem comorbidades

O Ministério da Saúde publicou uma nota informativa nesta quarta-feira (15) em que volta atrás sobre a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem...