terça-feira, 26 outubro 2021
- PUBLICIDADE -
InícioCIDADEIpem-SP realizará verificação de radares na rodovia BR 116, em Guarulhos

Ipem-SP realizará verificação de radares na rodovia BR 116, em Guarulhos

O Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo do Estado, vinculada à Secretaria da Justiça, e órgão delegado do Inmetro, fará verificação metrológica na próxima terça-feira, 21 de setembro, a partir das 10h, nos radares instalados na rodovia BR 116, km 226 e km 219, em Guarulhos, localizada a 14 km da capital. 

Diariamente, o Ipem-SP realiza a verificação metrológica dos radares, instrumentos utilizados para medir e registrar velocidade destinados ao monitoramento do trânsito, em todo o Estado de São Paulo. Conforme a Portaria Inmetro 544/2014, é obrigatória a verificação metrológica uma vez por ano ou toda vez que o equipamento passar por reparo.    

A verificação metrológica no radar leva de 20 minutos até uma hora. A ação envolve os fiscais do Ipem-SP e a equipe da empresa responsável pelo instrumento.

Em caso de chuva, a verificação é cancelada. O cancelamento também pode ocorrer poucas horas antes do agendado, conforme solicitação dos agentes de trânsito ou empresa responsável pelo equipamento.    

Caso o equipamento seja aprovado, recebe um certificado válido por um ano. Quando há reprovação a empresa fabricante é notificada a corrigir o erro.    

Em caso de excesso de velocidade, para aplicação de multas, o equipamento precisa estar verificado pelo Ipem-SP.    

A ação será realizada pela equipe de fiscalização da regional do instituto na zona norte da capital.     

A verificação metrológica    

O radar, expressão em inglês radio detection and rangig, é um aparelho que localiza objetos a longa distância utilizando ondas eletromagnéticas. Possui antena emissora/receptora de ondas de rádio que se propagam até atingirem o alvo, retornando ao radar. A diferença de tempo de ida e de volta da onda determina a distância ou a velocidade do objeto. Portanto, nem todos os medidores de velocidade que chamamos de “radar” são radares de fato. Veja:    

Medidor por radar propriamente dito: transmite e recebe ondas contínuas na faixa de micro-ondas, propiciando a medição da velocidade do veículo alvo através do efeito Doppler.    

Medidor óptico: projeta um feixe de luz (laser) no veículo alvo, e a medição é feita pelo processamento da energia por ele refletida.    

Medidor de sensores de superfície: utiliza sensores instalados na superfície da via que detectam a passagem do veículo. A medição é feita em função do tempo de passagem do veículo entre dois sensores cuja distância entre eles é fixa e conhecida.   

Em geral, os medidores são constituídos por:    

– Dispositivo de detecção, que identifica as distâncias necessárias para o cálculo da velocidade dos veículos.    

– Dispositivo de medição, constituído por micro processador e software que capta os dados do sistema de detecção e efetua o cálculo da velocidade.    

– Dispositivo de processamento, constituído por um processador e software dedicado ao controle do sistema.    

– Dispositivo de armazenamento, que registra e armazena os dados referente à medição.   

– Dispositivo de registro óptico, constituído por câmera fotográfica ou de vídeo capaz de identificar o veículo.    

Os medidores podem ser fixos, portáteis (tipo pistola), móveis (instalados em veículos em movimento) ou estáticos (sobre suporte que pode ser deslocado de um ponto para outro). No Estado de São Paulo é o Ipem-SP que fiscaliza todos esses instrumentos e verifica se apresentam medições corretas. A verificação dos instrumentos em operação é feita uma vez ao ano (verificação periódica), ou sempre que sofrem manutenção ou transferência de local de instalação (verificação eventual).    

As verificações metrológicas são realizadas com a utilização de uma viatura oficial, dotada de medidor de velocidade de alta precisão previamente calibrado (padrão). Os ensaios são realizados em cinco velocidades diferentes. Após a passagem da viatura pelo medidor, os resultados registrados pelo seu sistema fotográfico são confrontados com os resultados obtidos pelo padrão do Ipem-SP.    

Os medidores aprovados recebem um laudo técnico com validade para um ano. Se forem reprovados, a empresa responsável pelo medidor é autuada e o equipamento é interditado.    

Vale lembrar que para as multas emitidas em função dessas medições serem legítimas, o medidor de velocidade precisa ter sido verificado e aprovado pelo Ipem-SP, e estar dentro do prazo de validade. Para saber se o medidor de velocidade está dentro da validade, acesse o Portal de Serviços do Inmetro nos Estados (PSIE). Acesse https://servicos.rbmlq.gov.br/ 

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,478SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Prefeitura, Ecopistas e Senai capacitam acolhidos em situação de rua

Uma ação conjunta entre a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social da Prefeitura, o Senai e a concessionária Ecopistas, promove até sexta-feira (22) capacitação sobre...

Secretários do Ministério da Economia pedem exoneração

O secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, pediram exoneração de seus cargos. A informação...

CEU Ottawa-Uirapuru oferece aulas de natação para crianças e adultos

A Prefeitura de Guarulhos abriu nesta quinta-feira (21) as inscrições para aulas de natação no CEU Ottawa-Uirapuru. As vagas são limitadas e destinadas a crianças...

Falta de água irá atingir alguns condomínios do Pq.Cecap na tarde de hoje (21/10)

Na tarde de hoje os condomínios Rio Grande do Sul e São Paulo no Parque Cecap terão o abastecimento de água interrompido para um...

Grupo GR oferece mais de 60 vagas de emprego em São Paulo

O Grupo GR tem 68 oportunidades para os cargos de agente de conservação, agente de conversação líder, atendente, auxiliar de serviços gerais, controlador de...