sábado, 27 novembro 2021
- PUBLICIDADE -
InícioDESTAQUEVacinados com a Janssen deverão tomar segunda dose contra Covid, diz Saúde

Vacinados com a Janssen deverão tomar segunda dose contra Covid, diz Saúde

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou que todos os adultos vacinados com a Janssen, que até então era de aplicação única, deverão receber mais uma dose. Assim, a Janssen passa a ser tratada na prática como uma vacina que requer duas doses contra a Covid-19.

Segundo Queiroga, será observado um intervalo de dois meses de aplicação entre as doses. “Ao longo do tempo, passamos a ter informações a respeito desse imunizante da Janssen, que tem tecnologia muito parecida com o da AstraZeneca e requer a segunda dose”, afirmou.

“Essa segunda dose é do mesmo imunizante. E a dose de reforço não seria essa segunda, seria uma dose de reforço lá na frente, cinco meses após, feita com imunizante diferente”, disse Marcelo Queiroga.

A secretária de Enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite de Melo, disse que a decisão do intervalo foi inspirada na diretriz dos Estados Unidos. “Quem tomou Janssen completará o esquema vacinal. Vai tomar duas doses, sendo que o intervalo é de dois meses. A Janssen chegou em junho e julho, então estamos dentro do tempo esperado”, falou.

A expectativa da Saúde é começar a distribuir as vacinas da Janssen na sexta-feira (19), mas ainda não há previsão de quando estados e municípios irão disponibilizá-las para aplicação. Na última semana, foi enviado para o Brasil um lote de 1 milhão de doses da Janssen, parte das das 36,2 milhões de vacinas da farmacêutica asseguradas pelo Ministério da Saúde até dezembro de 2021.

Terceira dose para todos os adultos

O principal anúncio feito hoje por Queiroga é que todos os adultos no Brasil serão elegíveis para uma terceira dose quando completarem 5 meses desde a última vacina contra o coronavírus. Antes, a aplicação do imunizante adicional estava liberada apenas para idosos, imunossuprimidos e profissionais de saúde. A definição sobre calendário para aplicação e divisão de faixas etárias depende de cada estado e município. A preferência do Ministério é pela aplicação da Pfizer como dose de reforço, sendo que a pasta prevê o esquema heterólogo. Ou seja: quem completou o esquema vacina com uma marca, preferencialmente receberá a dose adicional de outro fabricante.

Até o momento, já foram aplicadas 12.016.907 doses de reforço no Brasil, de acordo com dados levantados pelo consórcio de veículos de imprensa com base nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,491SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Com o atendimento integral à saúde da pessoa com câncer obrigatório no Sistema Único de Saúde (SUS), o Estatuto da Pessoa com Câncer - Lei...

CCIs transmitem sarau virtual sobre consciência negra na próxima terça-feira

A Prefeitura de Guarulhos promoverá na próxima terça-feira (30), às 8h, Retalhos de Um Sarau, evento virtual que abordará o tema consciência negra com...

Golpes do WhatsApp: não seja a próxima vítima!

"A criatividade criminosa não tem limites para o mal e quem sofre as consequências são os cidadãos de bem. Portanto, precisamos orientar as pessoas...

Inflação: IPCA-15 é o maior para novembro dos últimos 19 anos

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta quinta-feira (25) o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 1)5, que mede...

Cidade de SP quer que ministério exija passaporte da vacina de estrangeiros

A secretaria Municipal da Saúde de São Paulo enviou nesta terça-feira (22) um ofício ao Ministério da Saúde para pedir que a pasta torne...