sexta-feira, 21 janeiro 2022
InícioAVIAÇÃOLeilão de Congonhas e mais 15 aeroportos em 2022 é aprovado

Leilão de Congonhas e mais 15 aeroportos em 2022 é aprovado

 

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) aprovou nesta terça-feira (21) a minuta e os estudos finais da sétima rodada de concessões aeroportuárias, que vai transferir 16 aeroportos à iniciativa privada em 2022, entre eles duas “joias da coroa”, os terminais de Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ).

Com o avanço, os documentos poderão ser enviados para análise do TCU (Tribunal de Contas da União), que precisa dar aval ao projeto antes de o governo publicar o edital e realizar o leilão no primeiro semestre do próximo ano.

O Ministério da Infraestrutura espera atrair R$ 8,6 bilhões de investimento com o certame, em contratos com 30 anos de duração. A rodada encerra o ciclo de leilões de aeroportos da União, que decidiu retirar da estatal Infraero a responsabilidade pela administração dos terminais.

O processo começou em 2011, com o Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN) – que passará por um processo de relicitação em 2022. Desde então, o modelo evoluiu para a concessão de terminais em blocos, como foi nas últimas rodadas e se repetirá na sétima.

Os 16 aeroportos serão leiloados em três blocos, liderados pelos aeroportos de Congonhas (Bloco SP-MS-PA), Santos Dumont (Bloco RJ-MG) e Belém (Bloco Norte II). O lance mínimo inicial total para os três blocos de aeroportos soma R$ 905,8 milhões. Esse valor de outorga, no entanto, tem potencial de subir com a disputa entre os investidores para arrematar os aeroportos. De acordo com a Anac, somados, os três contratos têm valor estimado de R$ 19,1 bilhões.

Segundo a agência reguladora, juntas, as concessões abrangem um total de 39,2 milhões de embarques e desembarques no país, equivalente a 26% dos passageiros que utilizam o transporte aéreo nacional, conforme movimentação de 2019.

O governo precisou fazer alterações no edital de concessão do Santos Dumont para tentar dissolver a resistência dos cariocas quanto ao modelo de privatização do aeroporto.

Eles temem que o impulso que será dado ao terminal fragilize ainda mais o Aeroporto Internacional do Galeão (RJ). Uma das modificações realizadas no edital foi aumentar de três para cinco anos o prazo para a futura concessionária realizar as obras de correção de não conformidades no aeroporto – algo que funcionará como uma espécie de trava para um crescimento robusto do Santos Dumont nos primeiros anos de concessão.

A mesma mudança foi aplicada ao Aeroporto de Congonhas. Segundo o governo, a extensão do prazo foi um pedido de todos os envolvidos e interessados no leilão dos aeroportos. “Entendo que a diretriz se coaduna com a complexidade das intervenções esperadas”, afirmou o relator do processo na Anac, Juliano Alcântara Noman, que é diretor-geral da agência.

Outra alteração para o Santos Dumont se dá no cálculo de quantos movimentos poderão ser permitidos no terminal. Antes, o governo trabalhava com um índice de fatoração de 90%, que permitiria que o aeroporto tivesse, no futuro, 32 movimentos por hora. Agora, no entanto, esse índice será reduzido para 80%, o que corresponde a 30 movimentos por hora no Santos Dumont.

Confira os terminais de cada bloco

  • Bloco SP-MS-PA: aeroportos de Congonhas e Campo de Marte, em São Paulo (SP); Campo Grande (MS); Corumbá (MS); Ponta Porã (MS); Santarém (PA); Marabá (PA); Parauapebas (PA); e Altamira (PA). A contribuição inicial mínima é de R$ 525,2 milhões. O valor estimado para todo o contrato é de R$ 11,4 bilhões.
  • Bloco RJ-MG: aeroportos de Santos Dumont e Jacarepaguá, no Rio de Janeiro (RJ); Montes Claros (MG); Uberlândia (MG); e Uberaba (MG). A contribuição inicial mínima é de R$ 324 milhões. O valor estimado para todo o contrato é de R$ 5,8 bilhões.
  • Bloco Norte II: aeroportos de Belém (PA) e Macapá (AP). A contribuição inicial mínima é de R$ 56,6 milhões. O valor estimado para todo o contrato é de R$ 1,9 bilhão.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
2,828SeguidoresSeguir
1,506SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Em um ano de vacinação, quase 70% dos brasileiros já tomaram 2 doses

Um ano depois de começar a vacinação contra a covid-19, o Brasil se aproxima do patamar de 70% da população com as duas doses,...

Saúde tem 15 dias para dar informações sobre autotestes

A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) adiou, nesta quarta-feira (19), a proposta de liberação de aplicação de testes rápidos de antígeno...

Eniac apresenta “Ensino Médio Para Todos” a lideranças de movimentos jovens

O Eniac – instituição referência em inovação e tecnologia do ensino básico ao superior – reuniu mais de 50 membros de instituições de movimentos...

Chuvas provocam transbordamento de córregos na capital paulista

As chuvas que atingiram São Paulo no fim da tarde de hoje (16) provocaram o transbordamento de córregos na zona leste da cidade. Segundo o Centro...

Buracos no Parque Cecap geram problemas

Na avenida Odair Santanelli, em frente ao Condomínio Espírito Santo, dois buracos estão trazendo problemas para os motoristas. Segundo queixa de internauta, às vezes...