domingo, 26 junho 2022
PUBLICIDADEspot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioCANAISCOMPORTAMENTOCovid-19: Anvisa recomenda revisão de restrições para viajantes

Covid-19: Anvisa recomenda revisão de restrições para viajantes

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou ao governo federal a revisão nas regras para entrada de viajantes no Brasil, seja por via aérea, terrestre ou hidroviária. Em nota técnica, são atualizadas as recomendações da agência impostas aos viajantes para o enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da pandemia de Covid-19.

A agência reguladora propôs a suspensão da apresentação da Declaração de Saúde do Viajante (DSV) para os viajantes que chegam por via aérea. Outra orientação atualizada é a que indica o fim da exigência de teste de detecção da Covid-19 para pessoas já vacinadas que ingressem no país por via aérea. Divulgada nesta segunda-feira (28), a nota técnica foi emitida na quarta-feira (23) pela Anvisa.

Também foi recomendada a suspensão da medida de quarentena para viajantes não vacinados ao ingressarem no país. Outra mudança proposta pela nota é a reabertura da fronteira internacional aquaviária para passageiros, desde que vacinados ou com teste negativo para Covid-19.

De acordo com a nota, deve ser mantida a comprovação de vacinação completa para todos que pretendam ingressar no território nacional – a norma considera a obrigação aos viajantes que estejam aptos a tomar a vacina.

Viajantes não vacinados ou que não estejam completamente vacinados podem apresentar, em substituição ao comprovante de vacinação, resultado negativo para Covid-19 em teste realizado em até um dia antes do embarque ou desembarque no Brasil.

A Anvisa sugeriu que as alterações sejam implementadas preferencialmente a partir de 1º de maio de 2022. Segundo a agência reguladora, caberá avaliação do grupo Interministerial quanto ao cenário epidemiológico para definição da data mais adequada para flexibilização das medidas sanitárias.

“As recomendações podem ser revistas pela Anvisa, em razão de mudanças no cenário epidemiológico ou diante da necessidade de adoção de medidas sanitárias nos portos, aeroportos e fronteiras para garantir a saúde da população”, ressalta a agência.

*Com Informações da Agência Brasil

PUBLICIDADE
PUBLICIDADEspot_img
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,593SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Vila Nova Cumbica recebe atendimento do Procon Itinerante nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (22) o furgão do Procon Itinerante atenderá os moradores da Vila Nova Cumbica na praça Vicente F. Campos, das 10h às 16h....

Curso de microempreendedorismo recebe inscrições até 11 de julho em Guarulhos

Uma parceira entre a Prefeitura e o Instituto Federal de Guarulhos receberá até o dia 11 de julho as inscrições para o curso Microempreendedor...

Brasil abre quase 200 mil novas empresas em 2020, diz IBGE

O primeiro ano da pandemia do novo coronavírus foi marcado pela abertura de 194,8 mil novas empresas no Brasil. O movimento elevou em 3,7%,...

Agentes das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda passam a usar bodycams

A partir desta quarta-feira, 22, os agentes de atendimento e segurança (AAS) da ViaMobilidade Linhas 8 e 9 passam a portar câmeras de segurança...

Covid: Saúde anuncia quarta dose da vacina para pessoas acima de 40 anos

O Ministério da Saúde confirmou na manhã desta segunda-feira (20) a aplicação da quarta dose da vacina contra a Covid-19 para brasileiros entre 40...