domingo, 26 junho 2022
PUBLICIDADEspot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioDESTAQUEReforço com Pfizer aumenta proteção em quem recebeu doses da CoronaVac

Reforço com Pfizer aumenta proteção em quem recebeu doses da CoronaVac

 

Receber uma dose de reforço da vacina da Pfizer após duas doses de CoronaVac produz uma proteção mais efetiva contra a variante Ômicron do que uma terceira aplicação da CoronaVac, indica um estudo divulgado hoje (5) pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O trabalho avaliou dados do e-SUS, do Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) e do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Os dados abrangem de 6 de setembro de 2021 a 10 de março de 2022, e foram divididos em dois períodos, de 6 de setembro de 2021 a 14 de dezembro de 2021, quando a variante Delta era a dominante no Brasil; e de 25 de dezembro de 2021 a 10 de março de 2022, quando havia maior circulação da variante Ômicron.

Para avaliar a efetividade da dose de reforço em pessoas vacinadas com duas doses de CoronaVac foram desenhados três cenários. No primeiro, foram analisadas pessoas que receberam as duas doses da vacina produzida no Instituto Butantan e não reforçaram a imunização nos seis meses seguintes. Os pesquisadores calcularam que a efetividade de apenas doses contra infecções sintomáticas durante o período de maior circulação da variante Ômicron foi de 8,1%, enquanto a proteção contra desfechos graves da doença chegou a 57%.

No segundo cenário, foram avaliados casos em que as pessoas receberam uma dose de reforço também de CoronaVac, o que produziu uma proteção adicional considerada limitada pelos pesquisadores. A efetividade contra infecções sintomáticas foi de 15%, e contra casos graves, de 71,3%.

O terceiro cenário, em que a dose de reforço foi com a vacina da Pfizer, apresentou os maiores percentuais de efetividade: de 56,8% contra infecções sintomáticas e de 85,5% contra casos graves. Além disso, o estudo mostrou que, 90 dias após a dose de reforço, a proteção contra casos graves não caiu, o que foi observado na vacinação com três doses da CoronaVac.

Os pesquisadores afirmam que as conclusões reforçam a orientação do Ministério da Saúde de que a dose de reforço deve ser prioritariamente com vacinas com a tecnologia de RNA mensageiro. A recomendação foi publicada em nota técnica de novembro de 2021. No Brasil, o imunizante da Pfizer é o único com essa plataforma tecnológica.

As vacinas contra a covid-19 usadas no Brasil são de três plataformas tecnológicas diferentes. Além da vacina de RNA mensageiro (Pfizer), que contêm RNA sintético do SARS-CoV-2, há ainda as vacinas de vetor viral (AstraZeneca e Janssen), em que outro vírus é usado como vetor para transportar informações genéticas do coronavírus, e a de vírus inativado (CoronaVac), que contém o vírus “morto”, incapaz de se replicar.

*Com Informações da Agência Brasil

PUBLICIDADE
PUBLICIDADEspot_img
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,593SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

PL que estabelece a organização de feiras públicas é enviado à Câmara

A Prefeitura de Guarulhos enviou à Câmara Municipal um projeto de lei que define a organização e o funcionamento das feiras públicas do município....

Dicas para evitar umidade nas paredes

O Inverno começa oficialmente a partir das 6h14min desta terça-feira (21) no Hemisfério Sul. O total de chuvas, que na estação normalmente acumula cerca...

Faleceu Paulo Diniz, cantor de “Pingos de Amor”, aos 82 anos

O cantor e compositor Paulo Diniz, natural de Pernambuco, morreu aos 82 anos. A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (22) por Geraldo Freire, comunicador da...

Atleta de Guarulhos é ouro no salto com vara no Campeonato Paulista de Atletismo

No último sábado (18) Guarulhos participou do Campeonato Paulista de Atletismo Sub-20, realizado no Centro Olímpico, em São Paulo, e obteve um ótimo resultado...

CCJ aprova PEC que estabelece lei sobre piso salarial para a enfermagem

A Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou o texto da Proposta de Emenda à Constituição 11/2022, que dá segurança...