segunda-feira, 27 junho 2022
PUBLICIDADEspot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioUTILIDADE PÚBLICAProfessor dá dicas para evitar sobrecarga de chuveiros elétricos

Professor dá dicas para evitar sobrecarga de chuveiros elétricos

 

Com as baixas temperaturas, é comum exagerar na potência de chuveiros elétricos para manter o bem-estar. É preciso tomar alguns cuidados para evitar problemas com o aparelho, que pode ser sobrecarregado e, em casos extremos, até provocar curto-circuito.

De acordo com o coordenador do curso de Engenharia Elétrica da Faculdade Anhanguera, professor Alexandre Ferraz de Campos, os erros mais comuns em relação ao chuveiro estão relacionados ao aterramento do fio, popularmente conhecido como ‘fio terra’, à conexão dos terminais feita de modo inadequado e o uso de fios e disjuntores de dimensionamento abaixo do necessário pelos chuveiros.

“Para reduzir as chances de problemas com o chuveiro, é muito importante que a instalação seja feita corretamente, com ajuda de um profissional com experiência nesse tipo de serviço. Isso evita muitas complicações, garantindo um uso seguro do equipamento, sobretudo no período mais frio do ano, quando os banhos exigem mais potência do chuveiro”, afirma o docente.

Ainda segundo Campos, ligar os aquecedores diretamente em tomadas sem que estas tomadas estejam projetadas para tal finalidade (que não conseguem aguentar a alta potência de energia), é uma prática proibida pela Norma Técnica Brasileira (NBR) 5410, que determina as condições necessárias para instalações de baixa tensão.

CUIDADOS

O engenheiro indica que alguns cuidados domésticos podem evitar acidentes. Segundo ele, é recomendado que as trocas de chaves de temperatura só devem ser feitas com o aparelho desligado e o tempo do banho quente também deve ser controlado.

MANUTENÇÃO

A manutenção periódica também é necessária para o bom funcionamento. Os orifícios do aparelho devem ser limpos de forma recorrente para que a pressão da água não danifique fisicamente o chuveiro. Para esse processo, é importante que o morador da residência desligue o disjuntor ou a chave geral de energia.

O professor finaliza alertando que a resistência queimada jamais deve ser reaproveitada.

“O uso de uma resistência queimada pode colocar em risco o usuário, além de acarretar outros danos”, completa.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADEspot_img
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,592SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Brasil tem oitavo caso de varíola dos macacos confirmado pelo Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde confirmou na noite deste domingo (19) o segundo caso de varíola dos macacos no Estado do Rio de Janeiro. Trata-se...

Meu saque extraordinário do FGTS não caiu, o que fazer?

O último depósito do saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) foi realizado na semana passada, no entanto, os valores...

Vacinação contra a gripe será ampliada em todo Brasil a partir deste sábado

A campanha contra a gripe será ampliada a partir deste sábado (25) para a população a partir de 6 meses de idade, em todo...

Patrimônio histórico é tema de curso gratuito oferecido em Guarulhos

Patrimônio Histórico em Guarulhos é o tema do curso gratuito oferecido pela Associação Amigos do Patrimônio e Arquivo Histórico (AAPAH) que acontece nos dias...

Receita Federal alerta para golpes relacionados à regularização do CPF

Um grande número de contribuintes, independentemente de sua situação no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), vem recebendo mensagens através de SMS, WhatsApp e até...