PUBLICIDADE
InícioCANAISEMPREENDEDORISMORoda Center comemora 50 anos

Roda Center comemora 50 anos

Publicado em
PUBLICIDADE

Fotos: Elisvitrê Estúdio Fotográfico

A Roda Center Centro Automotivo completou em setembro 50 anos de atividades, incluindo curto período em que iniciou em São Miguel Paulista, fundada por Hiroshi Hayashi, conhecido como Mário. A loja teve sedes também na rua Antonio Iervolino e na Capitão Gabriel. Mário sempre teve com ele os filhos Luís, Lúcio e Laércio, cada um cuidando de área específica na empresa, que marcou época com grande movimento, chegando a ter de fornecer senhas para atendimento.

 

Depois de mais de 30 anos, a família preferiu vender a empresa a um de seus funcionários, Valdir Pinto da Silva, que relata essa situação na entrevista publicada no início desta edição.
Cerca de 15 anos depois que Valdir assumiu a empresa, mantém laços de amizade com os irmãos Hayashi, que falaram à RG sobre a história da Roda Center, com um misto de saudade e de gratidão.

O executivo

Luis Tatsuo Hayashi era ainda menor quando começou a ajudar nos serviços na rua Capitão Gabriel. Em 1983, tornou-se sócio do pai no atual endereço, na avenida Monteiro Lobato. Seus irmãos estiveram juntos por muito tempo, mas depois tinham outros interesses e preferiram buscar cada um seu rumo. Foi um dos motivos da decisão de vender a loja a Valdir, pedindo que ele mantivesse a equipe, no que foram atendidos. Outro motivo da venda é que haviam sofrido ações trabalhistas que consideravam injustas e isso os desanimou.

Ao sair da Roda Center, Luís foi convidado a administrar uma indústria de plásticos em Guarulhos. Por outro convite, foi atuar em uma indústria química, em Santa Bárbara D’Oeste, onde permanece. Seu pai faleceu em 2018 e a mãe tem mais de 80 anos de idade.

O operacional

Lúcio Hayashi entrou na Roda Center com 14 anos, como ajudante geral. Ficou de 1979 a 2004. Fala do caminho que fazia com o pai de São Miguel a Guarulhos e de quanto pôde aprender de variedade de serviços a cada dia, adaptando os conhecimentos aos novos equipamentos que iam surgindo. Conclui agradecendo a Valdir: “Por continuar com o trabalho de honestidade e qualidade que meu pai e irmãos sempre prestaram aos clientes”.

Foi estabelecido no mesmo ramo, na avenida Dr. Timóteo Penteado.

O comercial

Laércio Masaaki Hayashi é o filho caçula do fundador da Roda Center. Na adolescência ajudava durante férias escolares e sábados. Diz que trabalhar de verdade, deve ter sido aos 21 anos, logo após formar-se na faculdade. “Minha função era recepcionar os clientes e distribuir os serviços aos colaboradores. Atendia vendas por telefone também. À noite e nos fins de semana fazia relatório de controle dos serviços executados no dia”, diz.

Tendo trabalhado de 1988 até 2007, o que mais o marcou foi o a expansão quando a loja mudou da rua Capitão Gabriel, no Centro, para a avenida Monteiro Lobato, no Macedo. “Ali a empresa cresceu bastante e nas épocas boas, atendemos mais de cem carros por dia. Antes de abrir a loja, tinha mais de 30 clientes esperando abrir. Tinha até senha de chegada; era bom e estressante ao mesmo tempo. Chegava a ter pesadelos à noite, com clientes brigando para serem atendidos”, conta.

Afirma que depois que Valdir assumiu, agregou novos serviços que fizeram a empresa crescer cada vez mais. “Isso deu um novo ânimo e é muito bom ver a empresa que meu pai iniciou pequenina e hoje provavelmente é o maior centro automotivo de Guarulhos. Acredito muito na gestão do Valdir. E vamos em frente para os próximos 50 anos!”, concluiu.

Cliente fiel

Joaquim Saraiva

Joaquim Saraiva estava casualmente na oficina quando elaborávamos esta reportagem. Ele reside em Cotia e só faz serviços em seus carros na Roda Center. Em 1992, um cunhado o apresentou à loja e, desde então, ele é cliente e explica por que: “Venho de longe, porque sei que aqui só se troca o que de fato precisa. O preço é justo, a equipe se adapta às novas tecnologias. O atendimento faz a gente se sentir em casa. Tanto é, que agora meu filho também traz carro aqui. É mesmo questão de confiança”, sintetiza.

Funcionários mais antigos

João Bosco Oliveira, o Joãozinho, está na Roda Center desde a fundação, com outra razão social, em São Miguel Paulista.

João Bosco Oliveira
João Bosco Oliveira

Recorda que eram apenas três funcionários, que faziam praticamente de tudo. Testemunhou cada fase da empresa e fica alegre em atender pessoas da terceira geração de antigas famílias clientes.
Comenta sobre os métodos que eram usados para fazer alinhamento, com barbante e antenas, comparando com os atuais sistemas computadorizados. As transformações que os veículos tiveram ao longo dessas cinco décadas fazem com que quem trabalha na área tenha de fazer constantes treinamentos para manter-se atualizados.

Sente-se feliz em ver a evolução de Valdir. “Ele aprendeu com a gente. Nunca tive pretensão de ser dono. Cada um com sua missão. É gratificante atender bem cada cliente e assim sermos respeitados por eles”, conclui.

Marcelo Nunes está na Roda Center há 33 anos. Trabalha desde os 14 anos, tendo atuado antes como vidraceiro, até que um amigo o chamou para trabalhar na Roda Center.

Marcelo Nunes

Atua na mecânica, área que exige aprimoramento e atualização constantes, colhendo informações para acompanhar as novas tecnologias.

Para ele, trabalhar na Roda Center é como se estivesse em família, pois passa mais tempo na empresa do que com os familiares. Elogia o clima de trabalho e comenta que crianças que vinham acompanhar os pais hoje vêm com seus próprios carros, trazendo os filhos. “Sinal de que gostaram do atendimento”, comenta.

José Roberto, mais conhecido como “Buiú” trabalha há 33 anos na Roda Center, seu único emprego, e até reside na área da empresa. Começou como ajudante geral e atua na mecânica em geral, atualizando-se quanto às mudanças na tecnologia, seja na parte de injeção eletrônica, na suspensão ou outros detalhes. “Até as ferramentas hoje são diferentes. Para não ficarmos parados, temos feito novos cursos sempre. E é preciso estar antenado”, menciona, acrescentando que é preciso também entender dos carros antigos, porque a Roda Center atende muitos colecionadores, que trazem suas relíquias, pelas quais têm muito zelo.

José Roberto, o Buiú

Joaquim Pinto da Silva, irmão de Valdir, foi quem o trouxe para a Roda Center. Está na empresa desde que ela se estabeleceu em Guarulhos. Foi balanceador, atuou na colocação de escapamentos, alinhador e procura estar preparado para fazer o que for preciso; inclusive é o responsável pela manutenção dos equipamentos, item essencial ao funcionamento da empresa.
Afirma que nunca cogitou ser empreendedor e que admira a capacidade do irmão de liderar equipes. “Sou braço direito e esquerdo dele aqui. Mas minha função é de execução: não nasci para chefiar. Tenho orgulho do Valdir e dessa equipe, pois os antigos são o coração da oficina, pois trazem, além da experiência, a essência da empresa, que é a excelência na qualidade dos serviços e do atendimento”, finaliza.

Joaquim Pinto da Silva

Anselmo Ferreira da Silva tem duas fases em sua história com a Roda Center: de 1993 a 2004 e de 2011 até agora. É chefe da oficina, foi vendedor, atuou na mecânica, faz diagnósticos para identificar os serviços a serem executados e, depois, o teste dos carros.
Seu apego à empresa pode ser medido pelo fato de ter trazido o filho para trabalhar na Roda Center. Ângelo é um dos mais novos, atuando como alinhador. Na equipe há também o balanceador Erick, filho do funcionário José Roberto.

Ângelo e seu pai, Anselmo

Amizade e competência

A história da família Fujii com a Roda Center inclui esses dois fatores, segundo depoimento de Reinaldo Keiji Fujii, pois eles são clientes há três gerações.

“Há 50 anos, quando o senhor Hayashi fundou a empresa, meu pai, Osvaldo Fujii, levava os Fuscas e Brasílias na Roda Center. No início pela amizade, porém a qualidade e competência dos serviços foram ocupando o espaço de que uma boa empresa necessita. Já em meados dos anos 80, quando comprei o meu primeiro carro, um Fiat 147 ano 79, cheio de problemas. Meu pai sempre dizia para levar na Roda Center; mas eu, como jovem, seguia meus instintos e errava na maioria das vezes. Mas, quando ia na Roda Center, era sempre certeiro”, afirma.

Ele mal conhecia Hayashi: seu pai que levava ou ia buscar o carro e ficava conversando. “Quando o sr. Hayashi deixou a Roda Center, meu pai ficou muito triste e achava que a loja iria fechar, mas continuamos levando o carro lá”, relembra.

Diz que, pela qualidade, sempre frequentou a loja e só veio a conhecer Valdir em 2017, por causa dos projetos sociais nos quais ele atua. “A competência da empresa me trouxe um grande amigo”, afirma.

Agora são os netos de Osvaldo Fujii que levam seus carros com tranquilidade na Roda Center. “Com a certeza de uma grande amizade com a Família Roda Center”, conclui Reinaldo.

Alegria e responsabilidade

Valdir vê a Roda Center chegar aos 50 anos com um misto de alegria e de peso nos ombros.

Sabe que a fama que a empresa conquistou ao longo dessas décadas aumenta a responsabilidade em cada serviço que tem de ser feito.

“Atendemos cerca de mil carros por mês, em uma área de 5 mil metros quadrados. Não é fácil cuidar de tudo. Mas, procuro estar presente, analisar os orçamentos, entender tudo que acontece, atender os clientes. Preciso que a equipe esteja coesa, trabalhando com gosto, cuidando de cada carro como se fosse seu, vestindo mesmo a camisa da Roda Center, pois cada um aqui tem a missão de zelar por esse nome, construído com muito suor e lágrimas”, afirma.

Sempre aberto ao diálogo e a parcerias, fez com que a Roda Center fosse polo de um curso de mecânica e elétrica da Smart, formando mão de obra qualificada e ajudando a gerar empregos.

Mostra-se agradecido aos antigos proprietários, pela confiançca nele depositada e pela oportunidade de empreender. Agradece a cada funcionário, principalmente aos que estão há tantos anos com ele, mas também aos que passaram por lá e aos que vieram depois. Em especial, agradece a sua esposa, Fátima: “Por ser minha companheira em todos os momentos, compreensiva durante as dificuldades e parceira no dia a dia. Agradeço a ela e aos filhos, pelas ausências forçadas pelo excesso de trabalho”.

Por fim, agradece a cada cliente que confia seu veículo à Roda Center. “Devemos a eles o que somos hoje, o que conquistamos. Muito orgulho em atender até três gerações da mesma família. A cada um, nossa eterna gratidão”, conclui.

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE
Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE