PUBLICIDADE
InícioCIDADANIACurso gratuito de manutenção de celulares é implantado em escola estadual

Curso gratuito de manutenção de celulares é implantado em escola estadual

Publicado em
PUBLICIDADE

Ao mesmo tempo em que a vida moderna trouxe mais conforto e praticidade para as pessoas, surgiram consequências, como a necessidade de dar o destino correto aos resíduos eletrônicos, também chamados indevidamente de lixo tecnológico, porque, na verdade, não se trata de lixo, pois pode ter utilidade. Outro fator decorrente da crescente dependência que as pessoas têm de tecnologia é a falta de mão de obra qualificada para atender a essa demanda.

Como fazer, por exemplo, para preparar os jovens, principalmente os de baixa renda, para enfrentar esse novo mundo? Foi pensando nisso que Michel Mota, CEO da empresa CellStarCorp, teve a ideia de criar um curso de manutenção de celulares para alunos de escolas públicas, recolhendo aparelhos quebrados ou em desuso. Assim, Mota consegue sintetizar as soluções do problema do descarte irregular de resíduos eletrônicos e proporcionar educação profissionalizante para jovens de escolas públicas.

 

A primeira experiência está sendo desenvolvida na Escola Estadual Professora Odete Fernandes Pinto da Silva, do Jardim Bela Vista, em Guarulhos, onde a ideia foi muito bem recebida. Além de propiciar um curso de qualificação, Mota também oferece ao final do curso ao aluno uma consultoria para empreender no segmento. O jovem ganhará experiência em como montar sua assistência técnica, como se formalizar e até mesmo terá dicas de atendimento ao cliente. Sendo assim, entre os formandos poderão surgir muitos empreendedores.

O programa inovador está entrando em uma fase de expansão, objetivando ser aplicado em outras escolas e até mesmo ONG’s. Em escolas públicas, o projeto é financiado pelo Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), que destina recursos financeiros para a montagem e estruturação do laboratório técnico (sala Makers), com a compra de vários equipamentos, tais como ferros de solda, estações de retrabalho e fontes eletrônicas de bancada, entre outros.

Já para ONGs, a CellStar Corp não possui recursos financeiros para implementação no momento, mas pode oferecer todo o suporte das aulas e promover campanhas de arrecadação de resíduos eletrônicos, que podem se converter em importante insumo na geração de receitas.

“Estamos empenhados em inserir os jovens ainda sem experiência no cada vez mais competitivo mercado de trabalho, educá-los com um olhar de preservação ambiental e, além disso, permitir que essas pessoas possam sonhar com uma vida mais digna”, diz Michel Mota.

Escolas ou entidades interessadas em implantar o projeto ou locais que possam disponibilizar meios de coleta de produtos eletrônicos danificados podem entrar em contato com Michel Mota pelo WhatsApp (11)94884-1203 ou pelo www.cellstarcorp.com.br.

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE
Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE