PUBLICIDADE
InícioDESTAQUE30 anos sem Ayrton Senna

30 anos sem Ayrton Senna

Publicado em
PUBLICIDADE

Ícone do esporte mundial, Ayrton Senna faleceu há 30 anos.  O tricampeão mundial de Fórmula 1 morreu no trágico acidente em 1º de maio de 1994, durante o Grande Prêmio de Fórmula 1 de Ímola, na Itália. Um dia triste para o Brasil e para o mundo. Onde você estava em 1º de maio de 1994?

A carreira de Senna

Ayrton Senna da Silva nasceu no dia 21 de março de 1960, em São Paulo. Ele começou a carreira competindo no Kart em 1973. Senna começou a disputar provas em monopostos de “fórmula” em 1981. Ele passou por Fórmula Ford, Campeonato Britânico de Fórmula 3, entre outros.

 

O piloto estreou na Fórmula 1 em 1984. Passou por Toleman-Hart, Lotus, McLaren e Williams. No total, foram 162 GPs disputados com três títulos, com 41 pontos, 11 temporadas disputadas, além de 41 vitórias e 65 pole-positions. 80 pódios, 65 pole-positions. A primeira vitória foi conquistada no GP de Portugal, em 1985, guiando a Lotus. A última foi conquistada na Austrália, em 1993, com a McLaren. Foi na equipe britânica que ele conquistou os três títulos. No GP do Brasil de 1991, em Interlagos (São Paulo), ele quebrou o jejum e ganhou a corrida em casa pela primeira vez.

Senna conquistou seu primeiro título em 1988, pela equipe da McLaren.

Alguns destaques

Tema da Vitória – Hino eternamente associado às vitórias do piloto foi gravado em 1981 pelo maestro Eduardo Souto Neto e com arranjo do grupo Roupa Nova, a música foi um pedido do diretor artístico da Rede Globo, Aloysio Legey, para a conclusão do GP do Brasil de 1983. Depois disso, ela seria usada geralmente, para apontar as conquistas de qualquer piloto, até 1985. Apenas em 1986, ela passaria a tocar apenas com os vencedores brasileiros.

Rivais na pista: Nelson Piquet, Alainn Prost, Nigel Mansell e Michael Suhumacher

Madrugadas e manhãs de domingo eram dele – Todos na época se juntavam nas manhãs de domingo para torcer pelo piloto brasileiro. Ídolo nos anos 90, Senna foi eternizado, e seus feitos nas pistas atravessam gerações.

Minissérie Netflix – Ainda sem nome e data oficial para estrear, esta minissérie produzida pela Netflix Brasil irá mostrar em seis episódios a trajetória da carreira do piloto desde seu início na Fórmula 1.

Luto – O corpo de Ayrton Senna, 34 anos, chegou a São Paulo no dia 4 de maio. O cortejo foi do Aeroporto de Guarulhos até a Assembleia Legislativa da cidade e contou com velório de quase 24 horas. Cerca de dois milhões de pessoas estiveram presentes no trecho final, da Assembleia até o Cemitério do Morumbi, onde o ídolo foi enterrado com honras de chefe de estado. Cerca de dois mil jornalistas foram credenciados para cobrir o funetal.

Instituto Ayrton Senna – Fundado em novembro de 1994, a organização não-governamental (ONG) atua junto à educação de crianças e adolescentes do país. Conforme o último relatório divulgado, referente a 2022, mais de 36 milhões de estudantes e cerca de 200 mil educadores foram atendidos desde a criação da entidade. A sede fica em São Paulo, mas a atuação é feita em 3 mil cidades.

Homenagens – Brasil tem 458 ruas, avenidas, praças, bairros, travessas e rodovias que homenageiam Ayrton Senna. Dados dos Correios apontam que a maioria das vias que prestam tributo ao ídolo fica em São Paulo. Ayrton Senna é homenageado em praça, escultura, metrô e murais de SP. Escultura feita pela sobrinha do tricampeão pode ser visitada no Autódromo de Interlagos. (Fonte: portal g1)

Ayrton Senna é declarado Patrono do Esporte Brasileiro

O tricampeão mundial de Fórmula 1 Ayrton Senna da Silva foi declarado Patrono do Esporte Brasileiro através da Lei 14.559/2023.

A homenagem é fruto do PL 2.793/2019, proposto pelo deputado Filipe Barros (PL-PR). Para justificar a concessão do título ao piloto, o parlamentar destacou a atuação esportiva de Senna e sua representatividade para o esporte brasileiro.

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE
Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE