Cooperativas de catadores ganham Central de Triagem de Recicláveis na Vila Galvão

Novo Centro de Triagem para Cooperativas de Catadores tem 2 mil m² e fica na Vila Rosália - Foto: Márcio Lino/PMG

A região da Vila Galvão passa a contar, a partir desta quinta-feira, 4, com a Central Municipal de Triagem de Materiais Recicláveis, instalada na Rua Ipiranga, 517, na Vila Rosália. Viabilizado pela Prefeitura de Guarulhos, o local será utilizado pelas cooperativas de catadores cadastradas na Secretaria de Serviços Públicos, que poderão realizar a separação dos resíduos sólidos recicláveis e dar a destinação correta a eles.

O prefeito Guti participou da cerimônia de inauguração e lembrou que o equipamento é peça fundamental para o reaproveitamento dos resíduos secos recicláveis. “Esses materiais são encaminhados para empresas para reaproveitamento, transformando-os em um novo produto ou matéria-prima. Além dos benefícios ambientais da reciclagem, a coleta desses resíduos é uma forma de geração de renda para os catadores. As cidades do futuro precisarão saber lidar com o lixo produzido e Guarulhos, com as três centrais de triagem, está dando um passo importante para esse futuro”, disse o prefeito.

Já o secretário de Serviços Públicos, Edmilson Americano, afirmou que o local foi construído para dar melhores condições de trabalho aos catadores. “Eles precisam de um local digno para trabalhar. Esta central é o nosso reconhecimento pela grande parceria que temos com as cooperativas. Sabemos que eles irão cuidar com muito carinho daqui”, afirmou Americano.

Os catadores que irão utilizar o espaço também comemoraram a conquista. “É uma nova etapa de trabalho para nós. Estamos saindo de uma forma de serviço que ninguém apoiava para um sistema que melhora todo o nosso trabalho. Agora, depois de fazer a coleta, vamos trazer todo o material para cá e realizar a triagem com uma estrutura bem melhor. O que fazemos não é apenas catar lixo, nosso trabalho também auxilia na limpeza da cidade e no meio ambiente”, festejou Gerson Fernando da Silva, presidente da Cooperativa Guarulhos Recicla.

Estrutura

O terreno tem cerca de dois mil metros quadrados e a estrutura construída conta com escritório, que também será utilizado como guarita, vestiários (feminino e masculino) e refeitório, além de sete baias para a separação dos materiais e outras duas que irão abrigar uma prensa e uma balança, a fim de melhorar a organização do material estocado e valorizar sua comercialização, elevando assim a renda desses trabalhadores.

Central Municipal de Triagem de Recicláveis

Unidade Vila Galvão – Rua Ipiranga, 517

Unidade Ponte Alta – Rua Mário Luís Macca, 1.522

Unidade Taboão – Rua Estrela D’Oeste, 119

*Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Guarulhos