Jornalista Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em São Paulo

Ricardo Boechat, jornalista morto em queda de helicóptero - Foto: Divulgação/Band

O jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu na queda de um helicóptero no início da tarde desta segunda-feira,11, em um dos acessos da Rodovia Anhanguera, que liga a capital paulista, ao interior. Segundo o Corpo de Bombeiros, o piloto da aeronave também morreu carbonizado.

O motorista de um caminhão atingido no acidente foi resgatado pelo serviço da concessionária que administra a via. O fogo no local já foi extinto.

Biografia

Ricardo Eugênio Boechat nasceu em Buenos Aires (Argentina), no dia 13 de julho de 1952. Jornalista, apresentador e radialista, trabalhou nos principais jornais do país, como O Globo, O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil. Foi também diretor de jornalismo na Band, onde atuou como âncora em diversos jornais do Grupo Bandeirantes de Comunicação. Atualmente comandava o Jornal da Band e também era âncora da Rádio BandNews FM. Ganhador de três prêmios Esso, Boechat tinha uma coluna semanal na revista ISTOÉ.

Bombeiros

O Corpo de Bombeiros informa que na manhã desta segunda-feira, 11 , equipes foram acionadas para atender uma ocorrência envolvendo um helicóptero, de matrícula PT HPG, e um caminhão, no Km 7 do Rodoanel, que dá acesso à Rodovia Anhanguera. O motorista do caminhão sofreu ferimentos leves. Segundo informações do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), os ocupantes da aeronave seriam o piloto Ronaldo Quattrucci e o jornalista Ricardo Eugênio Boechat, que morreram no local.

O caso está sendo apresentado ao 46º Distrito Policial (Perus) e os corpos foram levados ao Núcleo de Antropologia do Instituto Médico Legal (IML) Centro.

Veja abaixo vídeo minutos depois da queda

*Com informações da Agência Brasil