Ana Cristina Kantzos da Silva
Ana Cristina Kantzos da Silva

A Secretaria de Saúde teve um orçamento estimado para 2019 reduzido em quase 10%. A pasta deve contar com uma rubrica de R$ 995 milhões, quase R$ 79 milhões a menos do que foi destinado para o ano de 2018. As informações foram repassadas nesta quarta-feira, 28, pela secretária Ana Cristina Kantzos da Silva, durante audiência pública que debate a Lei Orçamentária Anual.

Do total estimado, R$ 468 milhões serão gastos com folha de pagamento tanto na atenção básica, quanto no atendimento de urgência e emergência.

A audiência contou com a presença de diversos munícipes e integrantes do Conselho Municipal de Saúde, além de representantes de associações de bairro.

Uma das principais queixas dos moradores foi o fechamento do Pronto Atendimento Paraíso. Todavia, a única informação repassada é de que as obras devem ser concluídas até o fim de 2019, tendo como previsão a volta do funcionamento apenas a partir de 2020.

Silva também esclareceu que a atenção básica não será terceirizada e que a falta de profissionais nas unidades de saúde será resolvida com a celebração de convênios com entidades sem fins lucrativos.