Conteúdos poderão ser produzidos por professores a partir de plataforma digital

A partir de agora, professores da rede estadual paulista podem criar seus próprios jogos, vídeos, animações e mapas interativos a partir da plataforma Currículo Mais. Lançada em 2014 pela Secretaria da Educação de São Paulo, a ferramenta acaba de incluir uma nova seção com diversos aplicativos para serem utilizados em sala de aula e contribuir no aprendizado dos alunos. São ao todo 142 opções disponíveis, de acordo com o ciclo, na página do programa (www.curriculomais.educacao.sp.gov.br). Todas as sugestões têm acesso gratuito.

As dicas foram sugeridas pela equipe de curadores do Currículo Mais, formada por professores e coordenadores capacitados para o projeto. Entre as sugestões oferecidas estão aplicativos de imagens populares na internet e de boa aceitação entre crianças e jovens. A proposta é que os docentes usem esses recursos para dinamizar as aulas do Ensino Fundamental (ciclo I e ciclo II) e Ensino Médio mais próximas da tecnologia.

Em apenas poucos passos, os professores também podem elaborar um jogo da memória, acompanhar em tempo real a produção escrita dos alunos, mapear os arredores da escola, produzir uma animação em stopmotion, recontar histórias e muitas outras possibilidades. A lista também inclui opções de ferramentas voltadas para análise de pesquisas, como o Survey Monkey, indicado para criar questionários, coletar e analisar dados. A ideia é utilizar essas informações na explicação de um conteúdo e reforço escolar.