Quatro funcionários da Fundação Casa de Guarulhos, no Jardim Aracília, foram mantidos reféns na rebelião que ocorreu na tarde de sábado do dia 19. A ocorrência começou por volta das 16h e terminou às 20h30. Os funcionários passam bem.

A Corregedoria-Geral da entidade vai instaurar sindicância para apurar o episódio. Os adolescentes envolvidos passarão por uma Comissão Disciplinar de Avaliação, que determinará as punições a serem aplicadas. O Judiciário e a família dos jovens serão informadas da situação.

A unidade, que tem capacidade para 64 internos, abriga 62 jovens no momento. A fundação informou que ainda não sabe quantos participaram da rebelião.